Hilariante…

… o primeiro minuto do vídeo.

A bolsa é igual ao… dobro, quer dizer, é duas vezes mais… não? 5 vezes mais o abono de família… Não? Quer dizer… façam as contas… $#%&

 
About these ads

146 pensamentos em “Hilariante…

  1. Jorge Guimarães 14/07/2009 às 23:36 Reply

    Eis o segredo revelado: Assim se tem governado o país nos últimos 4 anos e meio. Então na Educação… xi senhor…! Não é o dobro, nem o triplo, talvez o quíntuplo… Espera aí! Não será o décuplo da asneira asneada pela asneira asneirenta?!!!! Valha-me Santo Onofre, a salvé rainha do director gestionado em liderança forte e, céus dos céus, mais a meritíssima meritocracia da avaliação de desempenho docente, rogai por nós, agora e na hora do pontapé bem assente nos fagotes dos dois melros que aparecem no vídeo. Porque à melra, já não sei se antes melga, eu cá sei onde lhe dava o pontapé… Malandrecos… pois na bunda, claro está. Onde é que pensavam que eu lhe iria dar o pontapé? ih ih ih ih Na bolsa, na bolsa.
    Só cromos Senhor! Livrai-me deles Senhor, que eu com o meu voto faço todo o resto

  2. aiquemedodelas 14/07/2009 às 23:53 Reply

    Desculpa lá mas esta roubo-a já!!!!!
    Do melhor!!!!! Hilariante mesmo…

  3. Cristina Ribas 15/07/2009 às 11:56 Reply

    Miguel, hilariantemente triste!
    Mentiras e confusões porque mesmo no caso máximo, a bolsa não vai ser de 150… A bolsa são 100 euros, juntamente com o abono é que são 150, ao que parece, porque depois daquela confusão toda, será que alguém tem certeza de alguma coisa?

  4. Rosalina Simão Nunes 15/07/2009 às 13:10 Reply

    Não é hilariante.

    É uma vergonha!!!!

  5. rendadebilros 15/07/2009 às 13:41 Reply

    Para quem apregoa rigor e competência…está tudo dito…já nem eles acreditam no que dizem…

  6. NP 15/07/2009 às 14:03 Reply

    Já nem conseguem mentir… ou melhor, disfarçar as mentiras… já nem se preocupam em disfarçar a enorme confusão em que lançaram o país…

  7. AZULa 15/07/2009 às 14:34 Reply

    Por favor…ainda se vêm queixar da Matemática dos alunos?!?! Eles são execelentes!!!Tomando como comparação quem os governa!
    Como é que se fala perante equipas de jornalistas sem estudar a lição…pelo menos combinem o que vão dizer!!!!que trapalhada!lol

  8. Fátima André 15/07/2009 às 14:59 Reply

    Hilariante mesmo, Miquel.
    Este eu vou levar… para uma pequena memória futura ehehe :( ou :)

  9. xniperwolf 15/07/2009 às 15:36 Reply

    Estão precisando investir em educação tavez uma… não, duas vezes mais… não importa gastem mais! hahah

  10. henrique 15/07/2009 às 17:07 Reply

    É por isso que as negativas a matemática têm descido como uma flecha

  11. Mario Pereira 15/07/2009 às 17:37 Reply

    Isto é o desgoverno no seu melhor! A instrução entregue a estas pérolas, já que educação eles nunca a tiveram, deu no que deu. O país está bem servido de dirigentes políticos!
    Acorde o meu povo e não estarão muito mais tempo! Isto é o cúmulo do caricato! Como é que um país está entregue a gente desta! Estamos mesmo a caminhar para o vazio!

  12. [...] eu que tinha perdido esta pérola e só agora dei por ela graças ao Miguel. [...]

  13. Sarah 15/07/2009 às 23:42 Reply

    acho que o governo de sócrates tá a dar a cada dia que passa o que realmente é.. Mentiras, mal entendidos, promessas que nunca foram cumpridas e muitas desilusôes para o país.. Por isso é que com isto como é que podemos pensar positivo em relação á crise que estamos hoje a atravessar, cada vez mais desemprego, menos dinheiro, e mais complicações e burocracias..

    Cada um sabe o que faz, mas quem votou neste homem para governar Portugal, enganou-se e foi no conto do vigário!

  14. luís 16/07/2009 às 11:20 Reply

    Não tinha visto esta cena de um desgoverno. É vergonhosa! Só pode ser uma entrevista no âmbito das novas oportunidades. Se o presidente do Banco de Portugal também faz contas assim está tudo explicado.

  15. Gastão 16/07/2009 às 16:31 Reply

    Perdoai-lhes Senhor que eles já não sabem o que dizem!!!

  16. Conceição Dias 16/07/2009 às 20:44 Reply

    Eu vi na SIC Notícias estes três incompetentes a não conseguir explicar mais uma situação de propaganda eleitoral e fiquei horrorizada com tanta trapalhada. Um aluno do 1ºciclo conseguiria explicar sozinho o que três não conseguiram. Que desnorte vai neste desgoverno!

  17. Florbela 16/07/2009 às 21:47 Reply

    Do melhor que eu já vi. Continuem que vão bem. Assim, em Outubro será mais fácil a derrota. LOL

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 01:02 Reply

      Adoro estes “PREGADORES DA DERROTA” hehehehe…
      Como se alguém ficasse a ganhar alguma coisa em Outubro…
      Meninos… podem mudar as moscas… mas elas serão substituídas por insectos exactamente IGUAIS aos que lá estão agora!
      Com uma agravante: Estes “insectos” sabem onde querem levar o país… têm uma visão um pouco mais perspectivada das realidades… Conseguiram provar que eram capazes de fazer alguma coisa com a maioria que felizmente e pela primeira vez desde que houve um Coup d’État (25 de Abril) a esquerda teve.
      Não esqueçam os intervenientes que a Direita sempre esteve no poder (de uma ou de outra forma) desde que os Capitães fizeram Abril…

  18. Rosalina Simão Nunes 16/07/2009 às 21:59 Reply

    Não é em Outubro. É em Setembro. :))))

  19. Li 16/07/2009 às 22:05 Reply

    Bem, finalmente aprendemos alguma coisa nesta “Noba Upurtunidade” que estas santas criaturas, infinitamente misericordiosas, tiveram a gentileza do nos oferecer.
    Cá fico à espera que haja mais destas, ou seja, o triplo destas “Upurtunidades”… bem, o triplo, não! Pronto, “vezes” três. Ou será o dobro? Não…”vezes” duas… dobro, triplo… ai, estou confusa…
    Afinal, sou só licenciada, tenho que ir para as “Nobas” e estudar esta coisa de “dobros, triplos e afins”.
    E, prometo, depois explico devidamente.

    Isto de se dar pérolas a porcos, faz que com que eles ronquem fora do curral. Ou melhor, DENTRO do dito!

    Se a estupidez e a falta de vergonha pagassem imposto, estes (des)governantes eram, com toda a certeza,…OS PRIMEIROS DA FILA!

    HAJA PACIÊNCIA!

  20. Humberto Lima 16/07/2009 às 22:08 Reply

    Não posso deixar de entristecer-me com a qualidade…dos comentários que vou lendo…Enfim, é o triste, medíocre, país que temos – realmente são já poucos aqueles “portugueses que depois das descobertas ficaram desempregados”…

    • Li 16/07/2009 às 22:56 Reply

      Lamento a sua tristeza causada pela “qualidade” dos comentários que vai lendo. Suponho que estes são apenas o reflexo de uma classe inteira a quem retiraram a dignidade, o orgulho, o profissionalismo e muitos, muitos direitos adquiridos.
      Acredite, no entanto, que me seria bem mais fácil compreender que ficasse profundamente entristecido pela “qualidade” do que ouviu neste vídeo.
      A não ser que lhe cause profunda alegria ter como governantes, pessoas que revelam dificuldade em coisas tão óbvias como o “dobro ou triplo”, o que qualquer criancinha resolveria em 2 minutos.
      Mas cada um se entristece com o que quer, ou com o que …pode!
      Resta-me dizer-lhe que numa coisa estamos em pleno acordo. E por isso, cito-o:

      “…Enfim, é o triste, medíocre, país que temos”.

      Tem toda, todíssima, a razão! Ao que o nosso país, que deu mundo ao mundo, chegou! A isto: algo triste e medíocre!
      Pudera, com governantes destes….

    • Luís Martins 17/07/2009 às 15:25 Reply

      Ai você entristece-se com a qualidade dos comentários… ok…

      Comentários com qualidade se faz favor, ter um 1º ministro e uma ministra da educação deste calibre que se lixe, a qualidade dos comentários é que leva o País para a frente… enfim… pobreza franciscana…

  21. Dina Puga 16/07/2009 às 23:50 Reply

    É de mijar a rir

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:56 Reply

      Estou a afogar-me em tanta e tão hilariante urina! ;-)

  22. Dina Puga 16/07/2009 às 23:51 Reply

    é de mijar a rir

  23. Clotide Lobo 17/07/2009 às 00:29 Reply

    Já não me espanto com as asneiras. Já me habituei a elas. De admirar é que digam alguma acertada.

  24. Top Posts « WordPress.com 17/07/2009 às 01:11 Reply

    [...] Hilariante… … o primeiro minuto do vídeo. A bolsa é igual ao… dobro, quer dizer, é duas vezes mais… não? 5 [...] [...]

  25. Ana Sá 17/07/2009 às 01:17 Reply

    Eu quando vi esta cena comecei por rir a bandeiras despregadas.
    Depois, confesso, deu-me para a tristeza…
    Um PM e uma Ministra da Educação,tão ricos em retórica mas que não sabem duas das operações básicas de Aritmética elementar : a adição e a multiplicação. Imagino que se treinarem um pouco conseguirão , para além destas duas, aprender a subtracção. Mas a divisão é complicada… se o divisor tiver 2 algarismos, só no Magalhães !… Quanto à potenciação e à radiciação, nem nunca lhes falem nelas, que as crianças podem ficar traumatizadas para todo o sempre…
    Ah… mas esperem lá… Engenharia não tem cadeiras de Matemática ? Que estranho… E Sociologia não tem Estatítica ?…
    Devo ter visto mal.
    Ou este filme não passa de mais uma parte da campanha negra ! Só pode ser isso !
    ( Nunca desejei tanto um Outono !!! )

  26. Maria J. 17/07/2009 às 01:21 Reply

    Perante isto, realmente penso que devo atribuir positiva a todos os meus alunos : eles sabem tanto como um Engenheiro e uma Psicóloga !Bibó suceço, estamos a atinjir os niveis do estranjêro !

  27. Maria J. 17/07/2009 às 01:26 Reply

    Enganei-me, não é Psicóloga , é Socióloga, claro !…
    Estou a precisar de Psicólogo, está visto…
    Bem, na verdade, eu estou a precisar é que me saia da frente o trio que aparece, embora, pelo que é mostrado, o Sec. Valter pareça saber adicionar (ele dá uma explicaçãozita ao PM, este é que mesmo assim não vai lá).
    E persiste – ele é muito persistente … – nos erros (bom isso já sabíamos…) para chegar à “brilhante” conclusão de que a bolsa é de 150 euros.
    Isto é surrealista.

  28. Sérgio Lima 17/07/2009 às 06:35 Reply

    Guterres não sabia um número de cor. E confundir-se, qualquer um pode. O pior é quando a pessoa não sabe sequer pensar.

    Este senhor não sabe que quando a algo lhe pomos duas vezes mais, não ficamos com o dobro, mas sim com o triplo. Não é caso para gozo, é caso para piedade… por todos nós.

  29. Mário 17/07/2009 às 15:32 Reply

    Como pode esta gente estar à frente do país?
    Está à vista! Por isso criaram as novas oportunidades!

  30. Manuel Martins 17/07/2009 às 16:49 Reply

    Desculpem lá, mas os comentários acima são de uma maldade extrema. Afinal não se percebe logo que isto é “matemática técnica” igualzinha ao “inglês técnico” e a todo o curso tirado com toda a independência a um fim de semana. Foram todos escolhidos a dedo para este governo. Andaram com uma lanterna em busca dos mais incompetentes.
    A que ponto chegou o meu país pelo qual eu e gerações de jovens demos os melhores anos da nossa vida por ele combatendo no Ultramar. Se meu querido pai ainda fosse vivo, morria de novo…

  31. Nuno 17/07/2009 às 18:33 Reply

    Penso que deveriam entra num CNO e pedir para que lhe validassem as competências, às tantas ainda saiam de lá PM, Ministros da Educação e Secretários de Estado, ou, é ao contrário!!!!

  32. isabel 17/07/2009 às 22:39 Reply

    Não consigo ver o video… mas tenho pena….abaixo estes gatunos e mentirosos, estamos podres com estes fulanos… é só mentiras… estou farta destes trapalhões e ignorantes…. vamos conseguir que eles não ganhem mais eleições…. FORA COM ESTES TRASTES!!!!!

  33. Ana Sá 17/07/2009 às 22:52 Reply

    Estou praticamente convencida (sei lá… com a máquina que têm para a campanha eleitoral que aí vem e com o máquina falante que é o PM, por vezes temo…)que este PS , com este secretário geral, não vai ganhar as eleições. Na verdade a asneira é tanta e diária (hoje as notícias abriram com a corrupção, que já existia mas proliferou como cogumelos nesta legislatura) que até já temo que o PSD ganhe… com maioria absoluta ! MAIORIAS NÃO , sejam de que quadrante forem. Qunato ao resto só desejo que chegue o dia 28 de Setembro para ver José Sócrates partir com um carão. Não digo de rabinho entre as pernas porque o tipo vai safar-se bem na vida. Já provou que não tem escrúpulos e que tem jeito para se safar. Uma pessoa execrável. Quanto á Ministra da Educação (ministra ? da educação ??) nem comento.
    Já leram o livro recentemente saído , “A Ministra”, de Miguel Real ? O autor adverte para o facto de se tratar de uma obra de ficção. Mas vale pena ler…

  34. alquimista 18/07/2009 às 00:44 Reply

    E ainda falta aprox. 2 meses. Fizeram das escolas um pandemónio,um pantanal enfim… um caos.Com alguns C.E(s) a serem mais papistas do que o papa, transformaram as escolas numa máquina de trituração de professores.Criaram a desconfiança, produziram papel e mais papel, grelhas com parâmetros descritivos longos e extenuntes.Tentaram virar a opinião pública contra os docentes e agora vestem a pele do cordeiro.
    Á segunda só cai quem quer…
    Nesse dia de Setembro é preciso varrê-los do poder…é levar o marido, o filho, a filha a avó o avô…sei lá, o cão, o gato às urnas.Vamos dar-lhes mais uma vez a diferença dos 6%.

  35. kim 18/07/2009 às 00:46 Reply

    Não se preocupem que há sempre uma parte de um povo burro que lhes bate palmas!
    Aliás: este triste povinho vai a todas!

    …qualquer burro governa (desgoverna) com o dinheiro dos outros e ainda fica a lucrar!

    Incompetentes!

    • Rsantos 20/07/2009 às 00:35 Reply

      O bom julgador, por si se julga, para ser insultuoso, deve ser professor.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:54 Reply

      Camarada Kim…
      Burros, somos todos…
      Espertos… há alguns que desfrutam enquanto “corre o marfim”, como por exemplo o esperto Maddof que vai passar 150 anos a rir-se de ter conseguido fazer aquilo que o Bin Ladden não conseguiu… hehehehehe…
      Inteligentes… bom… também há… mas estão tão disfarçados quanto eu estive todos estes anos!

  36. [...] [...]

  37. Manuel Monteiro 18/07/2009 às 15:29 Reply

    Só quem trabalha é que faz erros. Como neste governo há trabalho, certamente há erros. O povo que não faz nada e só reclama é que tem que começar a trabalhar… Não admira que os portugueses sejam o povo menos empreendedor, mais pessimista, que mais reclama e que menos faz para lutar por uma vida melhor. Parabéns José Sócrates e ao Governo! Precisamos de mais 4 a 8 anos com este Primeiro-Ministro para limpar de vez os incompetentes do estado e os parasitas que vivem há custa dos nossos impostos e subsísidos e que não querem trabalhar! Esses é que deviam ser criticados e chamados a atenção e até punidos por não quererem trabalhar e estarem bem de saúde. Por isso, mais uma vez, parabéns ao Governo e é só com optimismo, exigência, competência, mérito e visão de futuro que se vai longe. Trabalhar para o futuro é totalmente diferente de ter emprego e não fazer quase nada. Voto no Engº José Sócrates pela sua visão e pela pessoa que é, assim como os valores do PS que é o que mais faz avançar uma sociedade e limpa os parasitas que nada fazem e só criticam e afundam. Força e que venham mais 4 ou mais anos de Sócrates!

    • Victor 20/07/2009 às 00:26 Reply

      Há aqui um problema… estaremos a falar do mesmo primeiro ministro e do mesmo país?!….diz limpar de vez os incompetentes?!… com os cursos CEF´s, EFA´s e com RVCC…. limpar os parasitas…. proporcionando cada vez mais a filosofia do deixa andar que alguém há-de dar um subsidio enquanto os pacóvios trabalham a sério… exigência, competência, mérito e visão de futuro… o quê?! estaremos a falar da mesma pessoa?!… Porque caro amigo uma pessoa que mente quando utiliza (falaciosamente) o nome da OCDE para servir o seus propósitos…. mas o que é isto… ou quando sem concurso público oferece a certa empresa um contrato que permite que esta mesma empresa cresça mais de 3000% num ano (…!!!!!!!!!!!!!!)… deve ser visão de futuro…he..he..he.. ou ainda quando num processo duvidoso oferece às empresas de comunicação móvel cerca 500 mil “potenciais” assinantes ao abrigo de um acordo da utilização da 3ª geração em território português… pois esta deve ser a parte da exigência. Optimismo gostava de ter eu…infelizmente… não tenho. Mas desde já deixo já um pedido para pertencer a este fabuloso país… que, infelizmente, não é o meu Portugal

  38. Luís T. 18/07/2009 às 17:47 Reply

    Em jeito de resposta a Manuel Monteiro (autor do último comentário aqui publicado) : tem todo o direito de gostar deste PM e de estar contente com este governo, para isso estamos em Democracia – uns gostam , outros não, e todos somos livres de nos expressarmos. O que não se compreende é que precise de agredir (chamando preguiçosos e parasitas, imagino que a todos os que não estão de acordo consigo). Percebe-se assim que realmente goste deste PM, também ele autoritário e agressivo, na rota do “posso, quero e mando” sem argumentos: “porque sim”. Imagino que com ele partilhe a filosofia do “vão trabalhar malandros” . Pena que o PM não tenha criado os 150 000 empregos que prometeu para pôr os “malandros” a trabalhar… (se calhar foi culpa da crise, querem ver?!)
    Como sou Professor de Língua Portuguesa, desculpe, mas não posso deixar de sugerir que onde escreve «vivem há custa dos nossos impostos» deverá escrever «à» e não «há».
    Emende 20 vezes, como dantes se fazia, o que levava a terminar a Escola Primária sem erros crassos como este. Vai ver que não volta a errar. Se este método pedagógico lhe parecer muito pesado, olhe, não faça nada. Não se preocupe que não tem importância nenhuma no meio da ignorância reinante. Terá sempre um certificado à sua espera !

    • Rosalina Simão Nunes 18/07/2009 às 18:04 Reply

      Luís T., Excelente resposta ao comentário anterior. :)

    • Rsantos 20/07/2009 às 00:25 Reply

      Se há (está bem escrito, sr. professor?) pessoas mal educadas são muitos dos professores, que não chamam malandros, insultam o PM e todas as pessoas que não concordem com vocês, na televisão e nos jornais, demonstrando que para além de “erros crassos” também a escola primária não lhes serviu de muito. Os professores???!!! têm vivido em autogestão após o 25 de Abril, pois à(está bem escrito, sr. professor?) 1ª manifestação lá ia o ministro da educação para a rua, incluindo a Dra. Manuela Ferreira Leite, quando foi ministra da educação (deve ser por isso que a querem novamente no governo). Os professores têm mais de 2 meses de férias, ganham muito mais do que a média dos outros trabalhadores, e a qualidade, como pessoas e como professores, (mas não todos, felizmente) deixa muito a desejar, pois tive e tenho filhos na escola e sei do que estou a falar. Quem não quer ser avaliado, está a reconhecer alguma coisa….

    • Victor 20/07/2009 às 01:37 Reply

      Paro o Rsantos, antes de tudo vejo muito ódio nestas suas palavras… é pena. Se acha que tenho 2 meses de férias (ainda bem porque há pouco tempo diziam que eram 3!)… fique a saber que de facto este ano até terei menos dias de férias que o senhor, pois a escola não é aquilo que muitos gostam de opinar, não sei quem tem 2 meses de férias?… mas com certeza ninguém da minha escola, amanhã lá estarei eu a trabalhar. Se isto é assim tão bom, com tantas regalias, tão bem pago… tenho o prazer de informá-lo que existem muitos cursos que estão a espera de alunos para formarem esta “elite” que o senhor descreveu. Força junte-se a nós… mas desde já aviso que em nada se compara ao que descreveu. Se acha que aquilo que ganho é muito (cerca de 1000 euros), talvez deva fazer contas e talvez chegue a conclusão que talvez os outros ganham muito pouco e não que nós ganhamos muito… pelo menos eu não… caro amigo, são muitas horas de trabalho em casa, na escola, muita dedicação à escola e aos seus filhos (nossos…), muita preocupação, muito quilómetros na estrada, muita chatices. Muitas vezes prejudicando a minha família em detrimento de escola. Sei que é mais fácil olhar aquilo que nós queremos e repetirmos constantemente frases feitas. que posso eu fazer se não quer ver, não é assim tão fácil e tão simples como estas suas palavras. esta profissão tira muito de nós… todos os dias levo a escola às costas e na hora do jantar lá está a escola ao meu lado e quando me deito lá está ela ao meu lado…. não é assim tão fácil, no entanto se realmente acha fácil e tão bem paga… junte-se a nós, ainda está a tempo para se inscrever numa universidade.
      e quanto ao ser avaliado… é uma ideia tão falsa… mas que fazer quando não se quer ouvir (cego é aquele que não quer ver), agora numa coisa acredite: não é nada fácil avaliar cerca de 150000 professores de uma forma justa, pois uma empresa com 300 ou 400 é difícil mas 150000 é outra coisa… e se quiser parar e reflectir talvez lá no fundo consiga entender a questão da avaliação (aproveitando para dizer que sou dos que sempre achou que a nossa avaliação teria que ser muito diferente da que era feita nestes largos anos, sob pena de algum desinteresse). Um bem-haja

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:19 Reply

      Também sou professor e tenho orgulho no trabalho desenvolvido por este Primeiro-ministro e esta Ministra da Educação. Ainda bem que o colega percebe de língua portuguesa, pois só teve a hipótese de me corrigir por escrevi algo. Caso não o tivesse feito, não teria sido corrigido e não teria havido um erro. No entanto, como gosto de ser activo e fazer as coisas em vez de ter medo de errar como muitos colegas que conheço, prefiro fazer e lutar por melhor do que nada fazer e criticar e bota-abaixo. Para mudar é preciso fazer e a execução implica dificuldades e erros e só quem trabalha é que sente as dificuldades reais. Agora se o saudosismo do passado e a falta da vidinha boa que os professores antigamente tinham com horários de pouco mais de 15 horas por semana estão nos seus desejos e nos desejos de alguns, vejam lá a idade e tentem a reforma antecipada, pois em vez de reclamarem, dêem o lugar aos mais novos que querem trabalhar. Tenho 39 anos e trabalho não me falta e tempo para viver com prazer o resto da minha vida também não. Já agora, aproveito para sugerir passar num oftalmologista ou num psicólogo para ver se o facto de só ver os aspectos menos conseguidos deste governo são um problema de miopia ou de distorção mental por sofrer de depressão…

  39. MANEL MADURO 18/07/2009 às 19:18 Reply

    Quem sou eu para fazer um comentario sobre o que diz sua excelencia o Sr. 1º Ministro? pois ele esteve muito bem, quem esteve um pouquinho atrapalhada foi a sra Ministra, daquela coisa, a que chamam espera aí, já sei da educaçao, isso da educaçao, e o sec de estado, coitado, tambem fez o que pode… Então acham que este povo perece melhor? Estamos todos uns para os outros, força senhor 1º Ministro, é assim que o governo, gaste, gasta o nosso dinheiro, pague o dobro, ou tripulo tanta faz, gastem todos á balda que ha-de haver quem pague. Estamos bem entregues, É a vida, como dizia o outro, que tambem era bom em numeros, e nao só. acabei por comentar, ps nunca mais, que me desculpe sua excelencia o Sr. 1º Ministro – brioso

  40. Pedro Pinto 18/07/2009 às 22:31 Reply

    Não vou falar do dobro…do…triplo…do dobro….., vou sim falar do aumento das vagas nos cursos profissionais e aí o nosso primeiro ministro tem razão…nos profissionais há menos insucesso! Isto é de tal forma levado à letra que na minha escola foram lá uns senhores do ministério dizer que os “meninos” não podiam chumbar ! e que nós deverias “flexibilizar” até que eles obtivessem sucesso. Palavras para quê? a mim só me falta o diploma do “chapitô” !!!(com todo o respeito que os seus profissionais merecem )

    • maria 21/07/2009 às 01:09 Reply

      Se o ensino está a virar esta coisa mais parecida com coisa nenhuma é muito por culpa da governação que temos.

      Que a sociedade não ficará melhor servida é coisa que ainda ninguém se mentalizou.

      Dentro de uns 10 anitos já se irão ver os resultados brilhantes quando esta leva de alunos nem regras souber respeitar cá fora no mundo real.

  41. aderito pires ORBACÉM 19/07/2009 às 10:35 Reply

    Assim se vê o porquê das notas de Matemática nos exames e provas de aferição. Com responsáveis destes, como poderá o ensino em Portugal melhorar?
    E o que anda o lambedor da gravata vermelha a fazer atrás dos burros? Ele sim é esperto, de simples bancário… agora está cheio dele à custa dos nossos descontos. A escola profissional dele ETAP tira aos alunos para o encher a ele, à filha e ao genro e a outros papões. Já se esqueceu dos anos que esteve dentro pelos roubos que fez à CEE? Eliminem estes gajos, para credibilizar a democracia, se não… viva Salazar!

  42. ana 19/07/2009 às 11:08 Reply

    Tudo isto é gravíssimo. Mas o mais grave é a emenda da senhora ministra, a aproveitar logo para concluir que a bolsa é afinal de 150 euros. Reparem k até consegue seguir uma linha de pensamento e junta no pacote da bolsa o abono de família já existente. Isto é, tenta enganar o povinho, muito pai e muita mãe desempregados, fazendo-os de repente pensar que irão receber mais 150 euros. Sócrates corrobora: “a bolsa será de 150 euros”. O k provocou toda esta confusão foi, de facto, esta tentativa demagógica. A eterna armadilha de que o governo tem usado e abusado para conduzir os “confapos”e quejandos. Se tivessem acrescentado que seria dos ordenados k se poupam com não sei quantos menos professores nas escolas e a escravatura dos k ficam (bem, o ter que abordar a percentagem constituiria outro motivo de confusão – lol ), então o sucesso seria ainda maior !
    Dedicado a todos os Manéis Monteiros:
    Não mais, Musa, não mais, que a lira tenho
    Destemperada e a voz enrouquecida,
    E não do canto, mas de ver que venho
    Cantar a gente surda e endurecida,
    O favor com quem mais se acenda o engenho
    Não no dá a pátria, não, que está metida
    no gosto da cobiça e na rudeza
    Duma austera, apagada e vil tristeza.

    Isto é Camões, em Os Lusíadas (Canto X, estrofe 145)
    Recomenda-se a leitura, aprende-se muito para encarar o k nos rodeia com sentido crítico.

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:35 Reply

      Dedicado a todas as Anas, cito Miguel Poiares Maduro:

      1) “O cinismo inerente a uma filosofia pessimista dá-nos uma posição confortável perante a vida. Podemos olhar o mundo de cima para baixo e ser sarcásticos com o «engano» dos outros. Talvez seja por isso que hoje em dia se encontrem muitos mais cínicos que optimistas. É bem mais fácil ter piada sendo cínico do que positivo”.

      2) “Na verdade, uma filosofia pessimista conduz ainda mais seguramente a um cepticismo imobilista. Para os pessimistas, mesmo o que a vida nos pode dar de bom é seguramente transformado em mau pela natureza humana. O que identifica um pessimista é o seu cepticismo face à natureza humana”.

    • Manel Monteiro2 20/07/2009 às 22:58 Reply

      Afinal ainda há muitos “Manéis Monteiros” neste País e ainda bem. Não me importo de ser um deles e denunciar a manipulação politica,via Mário Nogueira, que o processo de avaliação dos professores sofreu causando tanta agitação e mal estar nas escolas. O que muitos sindicatos queriam era regressar à avaliação do passado que nada avaliava e media a todos pela mesma bitola, não distinguindo nem estimulando quem se dedicava de alma e coração à escola. Dessa avaliação. não mais, obrigado Mário Nogueira.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:49 Reply

      Lá continua o pessoal a masturbar-se com a conta de somar da Srª Ministra… Porque será que todos temos esta mesquinhamente portuguesa de ficarmos vidrados na folha e esquecer completamente que estamos na floresta (infelizmente a arder)?
      Quando deixaremos de ficar hipnotizados pelo detalhe?
      Quando seremos capazes de crescer e ajudar outros a crescer?
      Caramba… Esta Nação expandiu a Terra… Rasgamos horizontes, fizemos mapas e construímos património nos 4 cantos do mundo!
      Será que agora os Portugueses nascem já com Alzheimer?
      Será que a verdadeira herança do Salazarismo é este amorfismo colectivo?
      Será que não merecemos mesmo mais que aquilo que neste temos?

      Enfim…
      Talvez não!

  43. Luís T. 19/07/2009 às 18:52 Reply

    Estive a ler os comentários que entretanto (desde a minha última espreitadela aqui) surgiram e verifico haver um Sr. Manuel Monteiro apologista do PM e uma óptima resposta que lhe é dada por Luís T.
    Ao que Luís T. aponta, acrescento:
    os
    «há-des», «ha-dem» e «houveram»
    « tu fizestes e dissestes», etc.
    na linguagem corrente falada e escrita.
    Sou professora de Matemática do Secundário e ouço e vejo isto frequentemente, quer entre alunos quer entre colegas, o que me parece gravíssimo.
    Quanto à prestação do PM, da ministra e do sec. de estado Valter na sessão em que vieram com a notícia da concessão de bolsas a alguns alunos do 10º ano (não aos que tiveram boas notas ou bom comportamento ou ambas as coisas, mas aos mais carenciados – que não é mais que um medida populista em véspera de elições)já deixei aqui o meu comentário.
    Um Vergonha.
    Vergonha ???
    Eles não a têm !
    Nem pingo dela !
    Ouvi hoje que vão ser concedidos subsídios, também às famílias carenciadas : só deram pelo alastrar da Pobreza a 2 meses das eleições ??? Não, claro que não… Chego a “engendrar ” uma teoria da conspiração : destruindo a Escola Pública, mantém-se a ignorância que não desenvolve sentido crítico para ver para além das bombinhas de fumo e de mau cheiro que estes senhores exalam para ganhar votos. Convém-lhes. Por todos os motivos : o poder e as negociatas sujas que fazem, o dinheirinho que embolsam, pacote aqui, saco acolá.
    E chego à conclusão de que Portugal afinal tem uns dinheiros de reserva. Para quê ? para a campanha eleitoral do governo cessante, com bodo aos pobres (estão a gozar com os pobres!) em vésperas de eleições.
    É preciso que não ganhe este PS sujo, de pessoas sujas, mas também que o PSD não tenha grande margem na vitória.
    E não me venham com tretas sobre o perigo da ingovernabilidade !

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:30 Reply

      A escola que está a ser planeada é uma escola de futuro, onde a competência e o mérito é o que diferencia cada professor. Passa a contar o que cada um de nós é e assim os professores incompetentes já não se podem escudar na profissão ou em sindicatos manipuladores que só lutam pelos seus interesses particulares com o argumento de que é para o bem comum. Conheço muitos professores que foram a manifestações e que não faziam a mínima ideia concreta porque razão estavam ali (a não ser a resposta oca “lutar pelos direitos dos professores”).

    • Ilidio Ribeiro 20/07/2009 às 16:52 Reply

      Eu concordo com o comentário do luis T. mas gostaria de acrecentar que para além destes resultados, é necessário que o CDS.PP não consiga votos para poder fazer coligação com nenhum deles e assim viabilizar mais um governo BOLDOZER que o unico que sabe fazer é cilindrar os dinheiros públicos e depois com uma retro-escavadora encher os buracos financeiros dos compadres, e como dizia o finado VARIAÇÕES O POVO É QUE PAGA, ou até mesmo creio que o ZECA AFONSO ” eles comem tudo, eles comem tudo, etc.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:42 Reply

      Desculpem TODOS os professores… e eu sei e conheço e tenho montes de amigos que são excelente professores (também tenho amigos que são maus professores… hehehehe), mas essa coisa da Escola… da Escolaridade obrigatória… do Direito Constitucional ao Ensino e do Acesso Democrático à Universidade… enfim… Será que alguém me sabe explicar para que serve mesmo a Escola? Bem… eu gosto da Escola… os meus filhos estão “guardados” lá uma série de horas por dia… Se lhes acontecer algum “acidente” nesse período de tempo, eu posso sempre processar o Estado ou a Entidade de Ensino Privado e passar meio século à espera do resultado parido pelos Tribunais…

      Mas… será que a Escola muda de conteúdos e se adapta à “Sociedade Mutante” à mesma velocidade que as mutações ocorrem? Será que eu não estou a obrigar os meus filhos a passarem 12 a 16 ou mais anos das suas vidas a aprenderem a ser Desempregados?

      Valia a pena pensar num sistema de ensino em que verdadeiramente se Adquirissem Competências, em vez daquilo que temos que é o nojo de vermos alguns professores a escrever com erros de gramaticais, de sintaxe e até mesmo de raciocínio, debitar matérias que são absoluta e totalmente descontextualizadas, de utilidade duvidosa e que serão votadas ao imediato oblívio e obsolescência.

  44. Pilão 19/07/2009 às 22:49 Reply

    Não vamos votar PS, pois não? Por favor também não vamos voltar ao PPD pois não? Existem 13 ou 14 partidos além destes dois!

    • Luís Amaral 20/07/2009 às 23:36 Reply

      Melhor seria se em vez de Partidos tivéssemos Inteiros…
      Podia ser que a coisa mudasse.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:31 Reply

      Isso vamos “dividir para reinar”.
      Depois é que seria uma verdadeira reinação… sem Governo nem Roque… ou … sem Deus nem Roque… … hum… quem diabo é esse Roque?

  45. Pilão 19/07/2009 às 22:51 Reply

    Este “Inginheiro” é demais!!!!

  46. Luís T. 19/07/2009 às 23:03 Reply

    Há que desmistificar a ideia de que só o PS, PSD e CDS é que podem formar governos.
    Para isso, seria muito importante que a esquerda soubesse fazer acordos ou coligações.
    Senão, não saímos da cepa torta.
    Se qualquer Santana Lopes e qualquer Sócrates podem ser primeiros ministros, como não há-de o país andar torto de todo ?!…

    • Rsantos 20/07/2009 às 00:54 Reply

      Mas o Santana Lopes e o Sócrates têm coragem, vão a votos, e vocês, professores fogem das avaliações como o diabo foge da cruz, porque será???????

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:26 Reply

      Concordo com R.Santos. Quem tem coragem vai a votos e dá a cara, e não critica pela calada como a maioria dos professores.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:30 Reply

      Eu já emiti opinião um pouco acima… mas reforço a ideia de que “temos o que merecemos”. Para merecermos melhores políticos, temos que ser melhor povo… Parem de criticar… Somos todos peritos em crítica… E raramente somos capazes de exercer a autocrítica. Todos os Partidos, Governos e Políticos têm coisas positivas, coisas negativas, coisas hilariantes e coisas deprimentes…
      Mas… se essa de haver mais opções é para nos lembrar do Bloco de Esquerda… eu apenas alerto para o facto de que esses senhores têm efectivamente vocação de Oposição. Eles são “Mestres da Coerência na Oposição”. No dia em que assumirem poder… nesse dia eu gostaria de ter gravadas todas as fabulosas “máximas” debitadas pelos brilhantes Bloquistas… para poder confrontá-los com as suas inconsistências práticas e impossíbilidades efectivas.

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:30 Reply

      Eu já emiti opinião um pouco acima… mas reforço a ideia de que “temos o que merecemos”. Para merecermos melhores políticos, temos que ser melhor povo… Parem de criticar… Somos todos peritos em crítica… E raramente somos capazes de exercer a autocrítica. Todos os Partidos, Governos e Políticos têm coisas positivas, coisas negativas, coisas hilariantes e coisas deprimentes…
      Mas… se essa de haver mais opções é para nos lembrar do Bloco de Esquerda… eu apenas alerto para o facto de que esses senhores têm efectivamente vocação de Oposição. Eles são “Mestres da Coerência na Oposição”. No dia em que assumirem poder… nesse dia eu gostaria de ter gravadas todas as fabulosas “máximas” debitadas pelos brilhantes Bloquistas… para poder confrontá-los com as suas inconsistências práticas e impossibilidades efectivas.

  47. Luís T. 19/07/2009 às 23:04 Reply

    Elejamos pessoas sem tiques de autoritarismo… e já agora, que saibam ler, escrever e CONTAR !

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:24 Reply

      De facto, o Luís T. deve ser uma pessoa exemplar e que nunca deve ter errado. Pois os meus parabéns, pois quando eu também não faço nada, não erro…

  48. Mario Chanal 20/07/2009 às 10:03 Reply

    Quando os portugueses abrirem os olhos, estúpidos como estes e como a mairia que se senta no parlamento, deixam de existir. Esta gente enoja, quando faz de nós, uns parvos

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:23 Reply

      De facto, você, Mário Chanal, está no país errado. Para os seus objectivos de vida e do que deve ser um país, sugiro ir para o Chile, Venezuela ou Paraguai. Vai ver que se sentirá em casa….

    • Luís Amaral 20/07/2009 às 23:34 Reply

      Veremos qual será a maioria de estúpidos que virá a seguir…
      para governar um povo de parvos que apenas merece estúpidos no Parlamento…

      Sinceramente… Temos nem mais nem menos que aquilo que mrecemos!

  49. Gabriela Pereira 20/07/2009 às 11:04 Reply

    Fico absolutamente estupefacta com os comentários depreciativos realtivamente aos professores.
    Sou mãe de 4 filhos e sou avó.
    Sou filha e neta de professores, e todos os meus filhos e filha frequentaram a Escola Pública, sendo que a mais nova acabou este ano o 12º.
    Houve alguns professores sem vocação pelo caminho? Sim. Em todas as profissões há bom e mau (e as diferentes gradações entre o bom e o mau), mas de um modo geral encontrei pessoas competentes e amáveis.
    Se assim não fosse, teria procurado outra solução.
    Pergunto-me como podem os pais querer deixar os filhos um dia inteiro entregues aos Professores se entendem ser gente de má qualidade. No mínimo há uma grande contradição !
    O meu Avô e os meus Pais tinham muitas férias ? Eram “férias” ! Não recebiam e não sabiam se teriam emprego no ano lectivo seguinte !
    Agora, por que tenho amigas que são Professoras, sei que têm 22 dias úteis de férias (pagas e com subsídio, como todos os trabalhadores), a que acrescem 2 ou 3 dias, conforme a idade, à semelhança dos outros trabalhadores.No Natal têm muitas vezes reuniões até dia 23. No caranaval t~em 3 dias de pausa. Na Páscoa têm uma semana (descontando as reuniões). Nunca podem fazer férias aproveitando os preços de época baixa.
    É de uma injustiça sem tamanho o desrespeito para com os professores que todos os dias são avaliados pir deezenas de alunos e seus Encarregados de Educação.
    Estou perplexa.

    • maria 21/07/2009 às 01:01 Reply

      Bom noite, cara amiga.

      Aplaudo a frontalidade e clareza com que dirige as suas palavras.
      Revelam também elas extrema clareza no entendimento de um tema de enorme importância, hoje como noutros tempos – a Educação e o ensino.

      Pena que a maioria das pessoas se julgue capaz de emitir juízos de valor daquilo que desconhece – lá diz o velho ditado “meter a foice em ceara alheia”.

      A educação é o pilar do desenvolvimento de qualquer economia.
      Os professores fazem parte de uma das classes mais exposta e portanto mais avaliada conforme referiu.

      Esta politica pode ter muitos objectivos. Claramente tem um só. Objectivo meramente economicista e estatístico perante a sociedade e a Europa.

      Tenho dito.
      Maria

    • Pereira Monteiro 21/07/2009 às 17:06 Reply

      Não sou professor, mas porque conheço algumas realidades muito duras, permitam-me deixar só uma perguntinha: que motivação pode ter um professor colocado com oito horas semanais, a uma distância de mais de 50 km (para cada lado) de casa, quando sabe que o que ganha quase não chegua para transporte?
      E comer? E as outras necessidades básicas?
      E já agora: os milhares de professores que têm participado nos protestos são todos “burros”?
      De facto, o que me parece é que os defensores “do Sócrates” andaram com ele na escola, de contrário, como regra de boa educação, diriam “do senhor José Sócrates”.
      Já estamos habituados a isto e são estes os agentes de “ducação” que temos. É o Socrates para aqui, o Cavaco para acolá, o Gama par’acoli e assim se vai por aí…
      Então que querem que eu diga? Que vivam estes bons professores? Os que não protestam.
      Ó meus amigos! De facto não temos mesmo necessidade (deles)…
      E já agora – a um bom professor tem que se pedir pelo menos isto – escrevam um pouquinho melhor, está bem?
      Muito obrigado

  50. Mikey 20/07/2009 às 11:25 Reply

    Sou professor, mas concordo com este ministério e com as suas políticas! Anda aí muito professor que queria que ninguém os controlasse e a vida fosse sempre como eles queriam!
    Espero que o Sócrates ganhe as eleições com maioria absoluta!
    Viva o PS e o Sócrates!

    • antónio 20/07/2009 às 12:36 Reply

      alguém alguma vez disse que nós professores não queriamos avaliação???andas a dormir!!!nós queremos ser avaliados e achamos que não valemos todos o mesmo. mas esta avlação é que não.

    • Manuel Monteiro 20/07/2009 às 13:21 Reply

      Também sou professor e concordo consigo Colega!
      É com pessoas assim que este país vai para a frente. Há de facto aí professores que não fazem esforço nenhum para serem competentes e só botam abaixo pois não querem ser controlados nem querem ter objectivos. Só querem é direitos e o mínimo de obrigações para receberem ao fim do mês. Viva o Sócrates e o PS!

    • Rosalina Simão Nunes 20/07/2009 às 13:46 Reply

      Graças a Deus*, Mikey, que a sua voz, enquanto professor, representa uma minoria.

      Já agora, esteve presente em alguma das manifestações?

      *Este expressão é aqui usada metaforicamente.

  51. Rosalina Simão Nunes 20/07/2009 às 13:51 Reply

    Ao colega Manuel Monteiro apetece responder monarquicamente…

  52. Jose 20/07/2009 às 16:36 Reply

    Sou medico penso que todos devem ser avaliados e para isso tem que se começar por cima quem avaliou os poiticos começando pelo presidentre ministros e deputados se foi o voto muitos deles têm menos de 50% logo nota negativa e em relaçao aos professores teremos que começar pelos universitarios pois ja no meu tempo encontrei professores que ensinavam coisas erradas jose reino

    • Luís Amaral 21/07/2009 às 00:22 Reply

      Amigo José

      Eu concordo absolutamente consigo!
      Apenas lembro que o voto é uma falácia…
      Passo a explicar: Inventaram o VOTO para convencer o povo que existe Democracia… Pois até mesmo os Gregos que inventaram a tal de Democracia, a inventaram numa sociedade esclavagista…

      O pior não é essa história do voto…
      Mau mesmo, é o facto de todo o povo votante se descartar de responsabilidades interventivas no minuto seguinte a ter despejado o papelito na urna…

      - Chegamos lá… pegamos no papel, vamos à tal “câmara escura”… riscamos o quadradinho, dobramos, colocamos na urna… e vamos à nossa vidinha. Adeus até à próxima Eleição… Eu lá estarei para tramar quem não cumprir tudo o que prometeu na campanha! Não importa se entretanto choveram rãs ou se um tsunami varreu do mapa 50% das economias mundiais… Hehehehe
      - Parece mesmo uma alegoria da defecação… só que essa tem lugar todos os dias (se não houver um qualquer problema…)

      Depois ficamos todos altamente escandalizados quando os Políticos, passados os 4 anitos de mandato, dizem adeus ao poleiro e com isso também se descartam de qualquer tipo de responsabilidades.

      Vejam só a ligeireza do Santana esgrimindo palavreado, descartado e limpo de culpas e responsabilidades, como se nunca tivesse estado empossado delas ao mais alto nível…

      Por isso meus amigos… Eu estou fartinho de eleições e de governos formados por “Partidos” que se descartam do poder e da responsabilidade no ciclo eleitoral seguinte…

      É que para termos políticas e sobretudo visão política a médio e longo prazo, enfim… daquelas coisas que são efectivamente necessárias para tentar garantir que vai existir “civilização” (ou algo parecido com aquilo que desfrutamos agora) para os meus filhos e netos, seria preciso que em vez de Eleições para eleger um Governo constituído por um Partido (que palavra mais horrível que inventaram para designar essas “agremiações”) ou uma “Coligação”, fossemos votar para obrigatoriamente ENVOLVER TODOS OS PARLAMENTARES à inelutável necessidade de se entenderem e colaborarem entre si para EM CONJUNTO fazerem valer os salários que o erário público lhes paga e dessa forma gerirem decente e honestamente a coisa pública. Sim, eu sei que pedir para gerir honestamente é coisa que nem deveríamos pedir a um político, mas eu sou do “clube dos crentes”…

      Na modesta opinião deste modesto comentador dos comentários, deveria valer o princípio da proporcionalidade!
      Se existem 38% dos votos no PSD… 29% no PS, 8% no Bloco, 7% no CDS e 7% no PC/Verdes, por ex., o PSD deveria ter a hipótese de escolher o 1º Ministro, mas o governo deveria ser constituído de forma a ter representadas essas proporções.
      Apenas (talvez) dessa forma teríamos Governos que aproveitassem tudo o que de bom foi feito pelos anteriores e melhorassem tudo o que é sempre possível melhorar.

      Dessa forma deixaríamos de ter OPOSIÇÕES GENIAIS como aquela que é representada pelo Bloco de Esquerda… Ou sabotagens verborreicas e tristes duelos de palavras e gestos como os que temos vinda a ser habituados a assistir nos últimos 30 anos…

      Para concluir apenas lembro a todos que o único real PODER DE VOTO, AQUELE QUE PODEMOS EXERCER TODOS OS DIAS, é aquele que nos é conferido pelo EURO!

      Eu decido efectivamente os DESTINOS DO MUNDO quando opto por comprar no Mc Donnalds em vez de comer no macrobiótico… Eu estou a dar um sinal ao mundo quando me suicido alegremente bebendo uma cocacola light… embalada numa mortal garrafa de plástico ou numa lata…
      Estaríamos enfim numa verdadeira democracia se… eu pudesse aceder à informação que em vez de deformar a minha opinião e os meus impulsos consumistas, me permitisse inverter caminhos e compreender aquilo que escrevia o filósofo há muitas centenas de anos:
      “”A perfeição do que dá ordens é ser pacífico;
      do que combate, é carecer de cólera;
      do que quer vencer, é não lutar;
      do que se serve dos homens, é colocar-se abaixo deles.”

    • Alegna Atsoc 22/07/2009 às 19:58 Reply

      Caro José!

      Sem dúvida que todos devem ser avaliados com justiça, objectividade e rigor.Contudo, quando o rigor, a objectividade e a justiça pôem em causa o bem-estar dos cidadãos e a eficácia dos serviços públicos, por causa da excessiva burocracia que os agentes avaliados têm de preencher, considero as medidas de avaliação nocivas, nefastas e imprudentes.Porque é que alguém, no cumprimento do seu dever profissional, deva prestar mais atenção à sua avaliação, preenchendo papéis inúteis, quando a importância da sua função está no bom desempenho da mesma e não no desperdício do tempo com a finalidade de demonstrar que se fez um excelente trabalho. Como médico, tenho a certeza que, se Vª Exª tivesse de preencher a papelada que o presente modelo de avaliação impõe aos professores, o Senhor seria um mau médico, porque não lhe sobraria tempo para dedicar à sua missão: ser médico.
      No meu País, Irlanda, os professores são avaliados, mas de forma não burocrática. As aulas são observadas regularmente com o intuito, não de penalizar, mas de promover melhorias didácticas, pedagiógicas e técnicas.O modelo português é maquiavélico e destrutivo e desmotivador para quem exerce a missão de ensinar. Não concordo com ele.Embora seja, tal como VªExª a favor da avaliação. Não concordo é com o presente modelo de avaliação imposto pela Ministra da Educação.

      Alegna Atsoc

  53. Rainbow 20/07/2009 às 22:52 Reply

    Qualquer apaniguado do «pinóquio» se pode intitular de professor, vindo fazer um favorzinho ao chefe, mandando umas bocas, tentando denegrir a honra e dignidade da maioria dos professores que trabalha honestamente, aguentando a cruz da incompetência governamental e ministerial, para agradar ao chefe e à sua máquina partidária(quem sabe se não o terá encomendado!), a ver se continua a garantir o Tacho…FELIZMENTE estão de saída com um arremesso que os vai levar para muito longe, fora do alcance da nossa vista, por muitos e bons anos, é já ali em Setembro!!!

    • Luís Amaral 20/07/2009 às 23:40 Reply

      Eu valorizo imenso as pessoas que, quais Treinadores de Mesa de Café, opinam a torto e a direito sobre tudo…

      Costumo também lembrar muitas vezes aquele ditado:
      “Depois de mim virá quem de mim bom fará”

  54. Luís T. 21/07/2009 às 01:21 Reply

    Que surpresa quando vim espreitar aqui !
    O Sr. Manuel Monteiro muito zangado por lhe ter sido apontado um erro ortográfico.
    Vários professores defendendo as políticas sem pés nem cabeça deste Ministério que apenas tiveram como base a Economia !…(com congelamento da progressão na carreira e tudo !) mas que confusão aqui vai…que raivas !… estou atónito!…
    De facto, não há outro objectivo no modelo de avaliação de professores proposto que não seja poupar dinheiro (para além de fazer perder um tempo sem medida no preenchimento de papéis… que ninguém vai ler !). O sistema, para quem não o saiba é de quotas. Isto é, se cinco dos meus Colegas forem Muito Bons ou Excelentes professores mas só houver quota para 4, um fica de fora. Qual será o critério utilizado para deixar de fora um ??? Ainda não consegui perceber…
    O 1º concurso a titular, realizado em 2007, não deu a posição de titular a muitos Bons professores, premiando em muitíssimos casos, justamente os menos bons : os que, não gostando de leccionar, andam sempre a tentar ter cargos e, para isso, gravitando em torno do Conselho Directivo ou dos Delegados de grupo e dos Coordenadoes de Departamento (sim, há Bom e mau em todas as profissões), para além de ter avaliado apenas os últimos 7 anos de carreiras de 30 e mais anos. É natural que aos 50 não se tenha a energia dos 40 e quem está novo e fresco lá chegará para ver como as capacidades efectivamente diminuem.
    O Colega que diz ter 39 anos, quando tiver mais uma décadazita vai ver como “elas doem”… Aproveite e goze a energia, faz bem ! Quanto aos colegas mais velhos, pensará que aqueles que pediram reforma antecipada com penalizações de 40% e mais o fizeram por serem maus profissionais ?! E deixávamos todos o lugar aos mais novos, como aconteceria em 2004, ao fim de 36 anos completos de serviço. Consulte a net para ver , a seguir a mineiro, qual é a profissão de maior desgaste.

    Mas que estou eu aqui a gastar tempo?…

    Por mim, espero na pasta da Educação alguém com Princípios, bem formado, inteligente (em vez de esperto) e com competência científica na sua área. A antítese desta ministra.
    Porque me faltam 8 anos para poder reformar-me sem cortes na pensão, em vez dos 3 que me faltariam com a antiga lei.
    A continuar a degradação do ensino, logo que possa aguentar a penalização venho-me embora, colega, darei o lugar a quem o deve ter, que já fiz a minha parte e tenho a consciência muito tranquila.
    (Também não percebi ainda quais vão ser as consequências da minha avaliação : passei ao 10º(agora é o 6º) escalão em 2003 e sou titular… bom, interessa-me o que sempre me interessou _ fazer o meu melhor, perante os meus alunos).

    • Rsantos 21/07/2009 às 14:41 Reply

      As medidas não são só economicistas, são para não progredirem incompetentes a torto e a direito. Tenho 47 anos e estou a tirar um curso superior, e tenho professores mais velhos e que são excelentes e competentíssimos professores. O que vocês esperam no ministério é o que tem acontecido até agora, é que à 1ª manifestação convocada por pessoas que não sabem ensinar e escondem-se no sindicato, o ministro saia do governo e vocês continuem a dirigir a “educação” como até agora, com o lindo resultado evidenciado.Façam as contas a quantos ministros já estiveram nos governos até agora…

  55. Bruno Reis 22/07/2009 às 00:27 Reply

    Deixem-se de comentários (e votos) inúteis…É TÃO SIMPLES COMO ISTO: Estamos bem entregues…, estamos entregues à bicharada!

  56. [...] Hilariante… … o primeiro minuto do vídeo. A bolsa é igual ao… dobro, quer dizer, é duas vezes mais… não? 5 [...] [...]

  57. 3x = 1+2? « Topo da Carreira 22/07/2009 às 12:29 Reply

    [...] Hilariante… [...]

  58. Ana Quina 22/07/2009 às 14:27 Reply

    Como se pretende que Portugal não seja um País de ignorantes ??

    Se nem os governantes ,neste hilariante caso, o Primeiro Ministro, fazem os trabalhos de casa antes de se apresentarem na TV ??

    Eu nunca fui adepta da Monarquia, mas estou quase a virar, porque ao menos esses preparam-se para os lugares que vão ocupar !!!!!!!!!

    A BEM DA NAÇÃO ! IH IH IH EH EH EH

  59. Lu 22/07/2009 às 20:57 Reply

    Triste país este! É surpreendente e chocante o baixíssimo nivel da maioria dos comentários sobre a questão da avaliação dos professores,
    como sobre a maioria dos conflitos laborais – seja com médicos, pilotos, magistrados etc… Infelizmente, vários comentários (talvez a maioria) denotam não só muita ignorancia sobre os pormenores e questões técnicas que estão em jogo mas, sobretudo, muita inveja,intolerancia e mesmo ódio. Conheço bem vários profissionais das classes referidas (pertenço a uma delas), as suas responsabilidades(também as reconheço noutras areas), o risco e penosidade das suas tarefas habituais, as dificuldades decorrentes de falta de recursos humanos e técnicos (da responsabilidade dos políticos, que gerem habilmente os conflitos laborais manipulando a opinião pública, mostrando sempre os eventuais e nem sempre verdadeiros privilégios da classe reivindicativa). Solidarizo-me com o sentimento de indignação de tantos profissionais esforçados(e respectivas famílias) ao verem-se tão injustamente maltratados não só pela classe política mas também por tantos “comentadores” que,termino como começei, espelham tristemente a alma do nosso querido país.

  60. josé 22/07/2009 às 22:59 Reply

    Acabei de ler muitos orgasmos verbais.Por certo estarão misturados, os competentes e os incompetentes.Uns escondem-se atrás dos outros,e dão-se todos muito bem.

  61. [...] agravou-se. O último episódio público protagonizado pela equipa governativa a respeito das bolsas para os alunos do secundário ridicularizou a imagem do governo, descredibilizando-o fatalmente. Mais achas na fogueira poderão [...]

  62. Barros 23/07/2009 às 12:04 Reply

    Depois de tudo o que se tem passado com este governo, não nos admira nada este tipo de gaffes…

  63. ana neves 24/07/2009 às 17:39 Reply

    sem comentarios….. ta tudo dito ehehehehehe

  64. R. P. 24/07/2009 às 17:54 Reply

    A campanha eleitoral vai ser dura, a luta vai ser renhida, a vitória vai ser, com certeza, tangencial. Não podemos, pois, deixar de votar : nestas eleições talvez mais que em quaisquer outras, urge não descurar o direito e o dever de voto. Um PM que afirma que ainda está para nascer um PM melhor que ele no déficit e faz contas do modo que se vê, deixa-nos muitíssimo preocupados, ou não ?… Se o tal ainda não nasceu, eu não chegarei a vê-lo, pelo que deduzo que o PM me está a dizer que vou passar o resto da vida nesta fantochada… no more comments…

  65. JJCFerreira 24/07/2009 às 20:29 Reply

    A doutrina do crescimento infinito não é apenas a maior mistificação do nosso tempo, também é a mais perigosa e a mais absurda, num mundo onde reinam impunemente mistificadores, especuladores, falsificadores, mentirosos e bandidos de toda a espécie, cujas actividades têm sido objecto das teses académicas de muitos doutores em economia e em gestão e de uns quantos doutores em marketing e comunicação.

    • joão cds 28/07/2009 às 19:37 Reply

      SOU O JOÃO CDS E CONCORDO COM A BREVE OBSERVAÇÃO DO JJCFERREIRA. EM POUCAS PALAVRAS DISSE TUDO.

  66. Humberto Lima 24/07/2009 às 22:51 Reply

    A qualidade de todos estes “comentários” – a sua lucidez, penetração, inteligência, as qualidades de observação, capacidade de análise, cultura geral, cultura política que revelam (vê-se que todos leram Platão, Maquiavel e Hobbes, pelo menos) a imparcialidade e a largueza de espírito que demonstram, o tamanho e natureza dos projectos que propõem para Portugal- faz-me pensar: “que brilhante futuro nos espera…”

    • JJCFerreira 24/07/2009 às 23:20 Reply

      Tomemos por certo ser todos capazes de avaliar a inteligência e a cultura de alguém pela leitura de um seu comentário avulso, feito num qualquer blogue (e também pela leitura dos comentários feitos aos comentários avulsos dos outros). Tomemos por certo que o brilho do nosso futuro será directamente proporcional ao vencimento das teorias dos pensadores dominantes – que, sem dúvida, ouviram falar, mas desconfiam, de Platão, conhecem e admiram Maquiavel, leram Hobbes, sem o compreender por completo. Ainda assim, qual será a natureza desse brilho?

  67. Gyl 26/07/2009 às 09:30 Reply

    A qualidade da imagem é excelente.
    A qualidade dos Ministros, é igual aos Portugueses que votaram neles.
    E não venham com histórias a dizer que não votaram e que foram os outros, cada um tem aquilo que merece!

    • Rosalina Simão Nunes 26/07/2009 às 12:35 Reply

      É verdade, Gly.

      Mea culpa.
      Errare humanum est.

      Votei. Mas, também, aprendi a lição e no PS não torno a votar.
      PSD também não.

      Mas voto.

    • Jupiter 04/08/2009 às 16:22 Reply

      Olha Podes dizer que quem vota em governantes assim merece o que tem
      Alem de ter feito o curso de “engenheiro” só Deus sabe como e de outras trapalhadas que todos sabemos
      Não sabe que o dobro é x2 mas os que o acompanham são bem piores
      E o pior é que eu também tenho de pagar e não votei neles,
      Mas preocupado estou com os meus filhos e netos se os tiver!!!!!!!!!!
      Vê quanta imbecilidade, pois isto não é um engano, governa Portugal e está tudo dito

  68. lauçau 26/07/2009 às 21:56 Reply

    trabalhem como empresario em nome individual tenho metade ou memnos de metade das vossas regalias.se fossem avaliados pelo assiduidade e numero de faltas e art 112 e baixas inexistentes concerteza que 50 por cento dos professores tinham mau. para já nao falar do empenho e dedicaçao a carreira que já nao existe a muito…querem cilidrar jose socrates nas proximas eleiçoes nao vao consegu-lo pois pais e alunos querem e deselvolver a educaçoa e nao ver estas greves mexurucas ainda por cima em exames do ensino superior.Já chegem trabalhem…muito mais haveria a dizer…um professor tem que se-lo a tempo inteiro nao ter empresas paralelas e ter tempo para geri-las…ou uma coisas ou outra…

    • Victor 26/07/2009 às 22:46 Reply

      Sou professor e fico espantado do que fala pois quem o “ouvir” pensa que é verdade… deixes de frases feitas e tente perceber do que fala antes de usar estas “bandeiras” cheias de rancor e ódio… se quer as ditas “regalias” junte-se a nós, vá tirar um curso de ensino (ainda há muitas vagas para este o próximo ano lectivo) e depois então sim… veja quantos é que usam e abusam destas ditas regalias e veja a enorme dedicação que quase todos nós usamos no nosso quotidiano. E um professor que seja professor leva as turmas e escola para casa…carrega às costas todos os inconvenientes ligados à profissão… porque cego é aquele que não quer ver… 1 bem-haja

  69. Rui L. 27/07/2009 às 00:44 Reply

    Ó sr. lauçau (ou será lacrau?…), o sr. é um grande “ponto” !!!
    Os professores, como é bem sabido, passam a vidinha a faltar para tratar dos assuntos das empresas paralelas que têm. E só levam carros modestos (e alguns mesmo bastante velhotes) para os estacionamentos das escolas para não mostrarem os seus sinais de riqueza… Só há uma coisinha que eu ainda não entendi : se os professores são baldas, faltosos, medíocres, desonestos, etc.etc.etc., como permitem os Encarregados de Educação que os seus filhos passem tantas – cada vez mais ! – horas com estes seres perniciosos capazes de enquinar irremediavelmente a educação de um jovem ??? Eu não deixaria os meus filhos em más companhias !…

    • Rsantos 02/08/2009 às 17:16 Reply

      Pois tem toda a razão, eu por mim sugiro que venham professores dos paises europeus, competentes e que tenham gosto pelo que fazem

  70. Vitória Pinto 27/07/2009 às 15:04 Reply

    VOTEM PSD !

    Ou arriscam-se a continuar com este cromo!

    ACREDITEM…

    • Fernando 28/07/2009 às 00:09 Reply

      A Manelinha também é um grande cromo!

    • Rosalina Simão Nunes 28/07/2009 às 23:33 Reply

      PSD, Nunca.

      Outra maioria absoluta? Jamais.

      Há mais partidos. Variedade, meus caros, variedade. Obrigar a consensos, obrigará a trabalho. Que trabalhem. Governar em maioria é muito fácil. Excessivamente fácil.

  71. Diogo 27/07/2009 às 15:29 Reply

    Isto deixa-me triste , o povo Português sempre foi um povo submisso , quer dizer do tem que ser , que ve a corrupçao a mentira passar-lhe a frente e nada poder fazer , porque o sistema esta tao bem montado que so protege alguns … e nos que continuamos a lamentarmo-nos pelos cantos continuamos a votar nos mesmo sem que este façam algo para que isto mude , vejam os casos de bancos , freeportes entre outros que nos envergonham …
    Vamos votar na mudança porque se ninguem nada fizer para isto mude , iremos sempre continuar no bloco central que quer dizer , continuar na corrupçao … votem PCP , BE , MAS NUNCA PS PSD OU PP … PORQUE ESTES SAO OS CAUSADORES DESTA CRISE , ESTES SAO A CORRUPÇAO … E POR FAVOR PORTUGUESES ABRAM OS OLHOS … LEVANTEM-SE E ANDEM … NESTE CASO VOTEM

    P.S. Tenho 23 e sou ex militante do PSD , e sei do que falo !

    • Alexandra 25/09/2009 às 11:38 Reply

      Votar CDU ou BE? Digam-me um país governado pela esquerda que viva como nós. São todos pobre, sem direitos, e os governantes são todos ricos. Não se iludam pela conversa desses senhores. Vão pela realidade. Vejam como se vive na China, Cuba e paises da europa de leste. Porque ninguem imigra para estes países? Eles é que vêem para ca para subir na vida.

  72. João Amaral 27/07/2009 às 15:54 Reply

    Urge Votar nestas eleições !
    Diminuir a abstenção.
    E votar , como é apontado, nos partidos que não são os Reinos da Falcatrua

    [ falcatrua que nesta legislatura se estendeu à Educação porque , de facto, o que foi feito foi a tentativa - se calhar conseguida... - de destruição da Escola Pública, com os seus melhores profissionais - os mais caros, visto serem professores com larga experiência - a sair em massa por não estarem para ser humilhados sistematicamente e por diferentes meios. Muitos deles partiram para outros ramos de actividade porque não, não são uns miseráveis preguiçosos. As políticas foram de contagem de cêntimos, nada mais. Este ME foi criminoso. ]

    Não votar PSD, nem PS, nem CDS, é mostrar inteligência.
    Todos estes senhores já nos mostraram “trabalhinho” com o qual ficámos bem “trabalhados” !!!

    Urge conseguir uma vitória tangencial para o PSD : manda-se embora o Sr. Sócrates, a ver se aprende qualquer coisinha (o que me parece difícil já que raramente aprende quem pensa que sabe tudo ; que nome infeliz para o SR. ! O Outro, o das maiúsculas, SÓCRATES, dizia saber que nada sabia…) e a Sra. D. Manuela não fica com largo espectro de apoio que não é de confiança… Precisamos de os manter com rédea curta e, realmente, “o povo é quem mais ordena”, como relembrou o Sr. Sócrates.
    Manter – ou subir – os 20% de votação à esquerda, para pôr os “grandes senhores” em ordem, é URGENTE.

  73. Arlindo Rodrigues 27/07/2009 às 16:35 Reply

    Estamos bem governados!!!
    Assim se ditige uma República das Bananas, à “Beira Mar Plantada”, com dirigentes à altura, preocupados sempre na preparação das suas comunicações aos país,à populaça ciosa por publicidade da boa, mas que nos fica muito cara, apresentada em horário nobre, por via da comunicação social.
    É isto, nada mais do que isto importa, publicidade… mais publicidade, sem saber muito bem, muitas das vezes, aquilo que se publicita.. O Rei vai nu…………

  74. joão garcia 28/07/2009 às 13:33 Reply

    Se não votarem PSD, têm-nos mais 4 anos no poleiro, isso de certeza.
    A M.F.Leite não tem simpatia? Então vão atrás destes fala-barato, k são do mais descarado k já se viu.Tanto que exigem aos outros e fazem figuras destas!…

  75. Patrick 29/07/2009 às 18:51 Reply

    EU NÃO VOTEI SOCRATES….MAS AGORA VOU VOTAR!!!!

    NÓS (portugueses) temos o que merecemos…Os exemplos, ao contrário que nos ensinam, vem de baixo e não de cima (Isocrasia, Isonomia e Isogoria).

    É-nos bem feita! quem nunca ouviu”…havia de vir um Salazar…” agora que tem uma “amostra”, todos gritam e ninguém tem razão.

  76. João Amaral 29/07/2009 às 19:43 Reply

    Olhe que não é a 1ª pessoa das que dizem “o que precisávamos era do Salazar” a dizerem que vão votar no Sócrates porque o estilo anda perto (excepto que o outro tinha as célebres botas cambadas e este veste na mesma loja que magnatas e PRs de outros países). De facto, o autoritarismo, guardadas as distâncias no tempo, é o mesmo. Os anedóticos ministros também o outro tinha. Bufaria também já há e processos por dizer piadas sobre o Sr. Sócrates também sabemos que existem. Portanto, quem gostava do regresso de Salazar em manhã de nevoeiro deve, sem dúvida, votar Sócrates. Os outros Resistirão. Como aconteceu ao longo de 40 anos até 1974.

  77. Rato 29/07/2009 às 21:20 Reply

    O que me preocupa é que por toda a Europa se veem este tipo de mafiosos, sim porque isto é uma máfia. A ver por Itália Berlusconi continua no poder, será que somos assim tão ignorantes para não percebermos que isto é uma máfia organizada?

    Estou para ver se nas próximmas eleições iremos seguir o mesmo caminho.

    Esses imbecis, andam a gastar o nosso dinheiro, em automóveis, vestuário e afins e depois ainda têm a coragem de nos pedir que “apertemos o cinto”?

    Seremos assim tão ignorantes de modo a votar novamente neles?

    NÃO ACREDITO! OS PORUGUESES NÂO SÃO TÃO IGNORANTES ASSIM.

    Não batam mais nos professores, basta. Esses senhores esforçam-se ao máximo, conheço alguns, posso garantir que serão poucos os que têm trabalhos paralelos, como foi referido acimma. É uma profissão extremamente desgastante, aliás os maiores clientes dos psicólogos são mesmo os professores. E já agora, e para quem não sabe, falou-se aqui em cima no artigo 102, este artigo, permite ao professor faltar 5 vezes por ano e esses dias irão ser descontados nas férias a que te direito (1 mês). quem der essas 5 faltas, terá direito a 25 dias de férias por ano.

    • Maria 30/07/2009 às 11:29 Reply

      O artigoº 102 permite ao professor faltar cinco vezes por ano, é verdade. O que não é verdade é os 25 dias de férias nesse caso. Só o será se o professor tiver acumulado dias de férias do ano anterior e podesse gosar 30 dias, máximo de dias possivel. Para alem de não poder gosar estes dias em qualquer altura, não esquecer que o professor pode ser chamado ao serviço no período de férias, por conveniencia de serviço e o desconto do subsidio de refeição é mais significativo, principalmente para o estado.

  78. JJCFerreira 30/07/2009 às 02:27 Reply

    As previsões sobre o final da crise financeira, que afecta as economias e as sociedades do mundo de hoje, são tão fiáveis e consistentes quanto o são as razões que fazem subir e descer as cotações nos mercado bolsistas e os preço do petróleo e seus derivados, a saber: a ganância dos especuladores, a incompetência de alguns políticos, o humor dos consumidores, o suporte psicológico, a volatilidade dos papéis, os rumores, os boatos, a especulação, as décimas a mais ou a menos nas estatísticas, elaboradas a propósito e a despropósito, para evocar um generalizado sentimento de confusão, cuidadosamente gerido pelas organizações públicas e privadas encarregadas de manipular a confiança e a desconfiança – a pedra filosofal do sistema. Resistirá este sistema a mais cem anos de evolução das mentalidades, das tecnologias e do conhecimento científico, por mais que progridaa subtil arte da manipulação?

  79. reiki 30/07/2009 às 16:49 Reply

    pudesse, não “podesse”
    gozar, não “gosar”

    Parece que a crise está instalada em todos os sectores !

    • JJCFerreira 30/07/2009 às 21:32 Reply

      Acontece que, como todos sabemos, a primeira língua do país é, no presente momento, o inglês, a segunda o brasileirês – decorrente do acordo ortográfico, que os governantes aprovaram, mas não se atrevem a fazer vigorar -, e, só depois, o português de terceira geração, vulgarizado nas mensagens dos telemóveis. Erros ortográficos? Isso é coisa do passado!

    • Rosalina Simão Nunes 31/07/2009 às 01:57 Reply

      Caro ou Cara JJCFerreira,

      Se compararmos os erros ortográficos com o que este vídeo reporta, o conceito de erro deixa de existir, não acha?

      Afinal, ali estão o Primeiro Ministro e a Ministra da Educação.

    • reiki 31/07/2009 às 02:45 Reply

      Realmente, perante o espectáculo dado pelo PM e pela ministra da Educação em aritmética elementar, quase nos sentíriamos desobrigados de saber ler , escrever e efectuar as 4 operações básicas da Aritmética. Mas exemplos destes não são para seguir, para servir de bandeira… Gente desta tem de ser despedida. Já a 27 de Setembro. Sem hesitações.

  80. vitor chagas 31/07/2009 às 11:45 Reply

    não se pode esperar melhor de um governo e muito menos de um primeiro ministro que so faz borrada a tras de borrada,é normal isto acontecer eles sao um fracasso em nada fico surpreendido.pior devem estar aqueles que neles votaram,a esses os meus sentimentimentos so têm o que merecem

  81. Luís Gama 01/08/2009 às 02:04 Reply

    Boas, realmente já nada me impressiona neste senhor e quase toda a classe politica… Mas quanto ao votos só tenho a dizer apenas isto, consultem a legislação que é bastante interessante, diria mesmo quase pefeita mas como obvio o Homem não perfeito muito o menos o Português…Aqui só é perfeito que é esperto, então somos governados presentemento e no passado por chicos espertos! As cara são quase sempres as mesma mudam qualquer mas pouco e quando mudam é para empresas com capitais do estado ou algo genero…Por mim deviamos votar todos em branco, era lindo, porque os candidatos das listas apresentadas não poderiam concorrer mais, mas se ja verificaram os partidos servem-se dos mmédia apenas para dizer para virem votar, não há abstenção, como isso servisse de alguma coisa…Vou explicar de uma forma muito resumida, a nossa constiuição ou legislação preve o seguinte em caso de uma maioria de votos em branco, repetição de novas eleiçoes com novos candidatos, os anterior ficam impedidos de integrarem novas listas. Era cartão vermelho fantastico para a classe politica! Abstenção ate pode atingir 99,9% por cento q as eleições são sempre validas, porque a nossa legislação consagra que quem não votou é porque foi devido algum impedimento…enfim palhaçada quem pensou isto pensou muito bem…Votos Nulos não valem nada, aqueles votos que nós descarregams a nossa frustração saio apenas lidos pelas pessoas que integram as mesas de voto depois são enviadas para tribunal da comarca e são destruidos. Por isso não escrevam nada no boletim de voto se querem manifestar realmente o vosso desagrado perante a classe politica! Até hoje ainda não vi nenhum média a explicar o porque da utilidade do voto em branco, apenas falam na porcaria da abstenção…Enfim tudo perfeito para um circo bem montado durante muitos e muitos anos…

    • JJCFerreira 01/08/2009 às 02:25 Reply

      Não faz mal, é o português de terceira geração!…

  82. Luís Gama 01/08/2009 às 02:14 Reply

    Boas, realmente já nada me impressiona neste senhor e quase toda a classe politica… Mas quanto aos votos só tenho a dizer apenas isto, consultem a legislação que é bastante interessante, diria mesmo, quase pefeita! Mas como é obvio o Homem não é perfeito, muito o menos o Português! Aqui só é perfeito quem é ou for esperto, então somos governados presentemente e no passado por chicos espertos! As caras são quase sempre as mesmas, mudam um qualquer mas pouco e quando mudam é para empresas com capitais do estado ou algo genero etc…Por mim deviamos votar todos em branco, era lindo, porque os candidatos das listas apresentadas não poderiam concorrer mais! Mas se já reparam os partidos servem-se dos média, apenas para virem votar, e não há abstenção, como isso servisse de alguma coisa…Vou explicar de forma muito resumida, a nossa constituição ou legislação preve o seguinte: em caso de uma maioria de votos em branco, repetição de novas eleiçoes com novos candidatos, os anteriores ficam impedidos de integrarem novas listas. Era cartão vermelho, fantastico, para a classe politica! Abstenção ate pode atingir 99,9% por cento que as eleições são sempre validas, porque a nossa legislação consagra que quem não votou é porque foi devido algum impedimento…enfim palhaçada quem pensou isto pensou muito bem…Votos Nulos não valem nada, aqueles votos que nós descarregamos a nossa frustração sao apenas lidos pelas pessoas que integram as mesas de voto depois são enviadas para tribunal da comarca e são destruidos. Por isso não escrevam nada no boletim de voto se querem manifestar realmente o vosso desagrado perante a classe politica! Até hoje ainda não vi nenhum média a explicar o porque da utilidade do voto em branco, apenas falam na porcaria da abstenção…Enfim tudo perfeito para um circo bem montado durante muitos e muitos anos…

    P.S. Tinha que corrigir este Português, não ficou perfeito mas está melhor, como todo o Português! LOL

    • sergio 17/08/2009 às 22:56 Reply

      É sempre bom saber o que os nossos governantes assinam mesmo sem saber o que assinam…isto foi aprovado para quem ganhar??é só isto que me revolta!!um Abraço a todos e Força Portugal cada vez mais pareces um Brazil!!

    • Fernando Letra 19/08/2009 às 14:38 Reply

      Não sei em que constituição leste isso mas na portuguesa não foi de certeza…

  83. paulo 27/08/2009 às 23:28 Reply

    Nao houve nem nunca havera 1º ministro como este em portugal. Ja estamos fartos de santanas e e jardins! Com este governo acabou se a mama pra muitos. Agora so falta acabar com rendimento minimo pra quem nao precisa ja faltou mais… e dar tempo ao tempo. Parabens sr. 1º Ministro pela coragem e pela boa governaçao nem o cavaquismo nos vai parar. Socrates ate morrer… E so dor de cotovelo quem se queixa e quem mais rendimentos tem..

    • joão cds 28/08/2009 às 09:44 Reply

      Resposta a Paulo

      O pior cego é o que não quer ver.
      Não há quem não faça coisas certas em qualquer Governo, mas tanta asneira e trafulhice é demais. Sócrates (não sei se é engenheiro – tenho mesmo muitas dúvidas, quem as não tem? – num concurso de venda de ilusões conseguiu durante dois anos, fazer-nos acreditar na sua rectidão de processoa. De repente tudo se desmoronou com tanto disparate, contradições e envolvimento forte em processos de corrupção de muitos e muitos milhões. A desconfiança e a quebra de popularidade decresceu em flecha e vai perder no taco-a-taco final. Que não haja dúvidas

    • Alexandra 25/09/2009 às 11:30 Reply

      Nunca houve, realmente um 1º Ministro como este. Vem para as televisões dizer que está tudo bem, ele não tem culpa de nada e faz de nós todos palhaços. Chegamos ao fundo do poço e ele governou tão bem. Quer lá ficar mais uns anos porque ainda quer enriquecer mais e arranjat bons tachos para a familia. Temos o governo que merecemos pois o nosso povo é cego e tapado. Nunca houve governo tão mau como este e ainda vamos sofrer muito pela incompetência do mesmo. Abram os olhos.

  84. reiki 28/08/2009 às 00:11 Reply

    Tem razão, Sr. Paulo.
    Não me lembro de haver, de facto, um PM como este em Portugal : tão petulante, tão pretencioso, tão narcisista, tão arrogante.
    Se vai ou não haver mais deste calibre, o futuro dirá… essa do “não houve nem haverá”…
    Quanto ao “sócrates até morrer”, traduz bem o seu grau de “cultura” democrática !!!
    Ó homem, vá lá, tenha paciência, não nos deseje um tipo que estaria bem para pregador de uma qualquer seita – é mesmo do género ! Nem lhe flata o bracinho ondulante e os dedinhos unidos ! Este PM a vender banha-da-cobra, não há dúvidas, é excelente !

  85. eleoterio 11/09/2009 às 00:08 Reply

    Socrates é o melhor Primeiro ministro que Portugal já teve algum dia.
    Arrojado, competente, corajoso, justo , e inteligente.

    Basta sermos sinceros para que vejamos esta realidade.

    O resto é o habitual, a mama acabou para muitos e esses infelizmente inflenciam os ignorantes, que mesmo nada temdo a ganhar, se juntam a eles, para ajuda-los a afastar, quem os impede de continuarem a encher os Bolsos. Tenham vergonha na cara, deixem de intrigas e mexericos, não sejam ingratos com quem tem tido a coragem de nos Governar correctamente e não popularmente. O que é que interessa se o P. M é engenheiro ou não!? …Cambada de ignorantes, palermas, que se deixam levar por aqueles que só pensam no seu bem estar e maribam-se para o Paìs.Governar como Socrates desgasta, é muito mais dificil que Governar só para manter o taxo. O que querem com aquela Manuela Ferreira Leite, o que esperam? Deixem Governar Socrates, qualquer outro que seja eleito, passará omandato a justificar o que não fizer, com os erros de Socrates. Deixem que termine a sua obra, que a assuma, e não se juntem aqueles que nada querem para o Pais e sim para eles. Por isso tentam denegrir Socrates a qualquer custo. Bando de idiotas.

    • Maria joana perez 07/10/2009 às 14:02 Reply

      Só que é profundamente ignorante pode acreditar que o que dizem do Sócrates é tudo para o denegrir … ou então são iguais a ele provincianos Xicos espertos que acham que a eles ninguém toca …o Vale e Azevedo e o carlos Cruz também achavam e a vida (que eles escolheram) pregou-lhes partidas … ou foi tudo inventado?

  86. Arruda 11/09/2009 às 00:22 Reply

    Tens razão, o pior é que os ignorantes são a maioria e ai nada há a fazer. Defendem causas que nem são deles, juntam-se aqueles que depois os prejudicam, a eles ao País aos nossos filhos , etc, tudo por serem uma cambada de imbecis. Qual a dificuldade em ver, que aqueles que vão vasculhar e inventar mentiras sobre Socrates, é porque não têsm nada a apontar ao seu trabalho por isso tentam denegri-lo com coisas do passado, que em nada atestam ou não a sua competência enquanto P. M. E o caracter desssa escumalha, que tão baixo jogam? Acham que servem para nos Governar?

  87. João Leu 11/09/2009 às 00:32 Reply

    Sim, não sou Ps , nem apoiei Socrates, mas sem duvida que Socrates é um Grande P.M- Deixem para lá esses cvaquistas interesseiros.

    Mais os outros, locãs, Jerónimos, Portas, etc. Só querem dividir para reinar.

    • Miguel Pinto 11/09/2009 às 14:04 Reply

      eleoterio, Arruda e João
      Esta coisa dos heterónimos é um fetiche ou é algo mais profissional?

  88. bields84 07/09/2010 às 17:30 Reply

    Olá, muito bom seu blog! estava procurando assuntos sobre a mentira relacionados a psiquiatria/psicologia

    Parabens pelo blog!

    Se puder, dá uma olhada no meu blog, coloquei um post relacionado a isso tbm!!!!

    http://psicologiaparatodos.orgfree.com/blogpsicologia

    abraços! e parabens!

  89. Pedro Costa 17/02/2011 às 11:36 Reply

    Estamos entregues a isto… E ninguém faz nada… “Ai Portugal Portugal, de que é que estás à espera”

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 215 outros seguidores

%d bloggers like this: