Arquivo da Categoria: Nem ao diabo lembra

Individualismo e as lutas individuais…

Imagem1

Depois de passar o país para as mãos dos alemães…

“Governo quer passar escolas para as mãos das autarquias”

Mais do mesmo: Mangas-de-alpaca

Imaginem aquele cenário surreal onde um professor, ausente da escola há pelo menos 3 anos, aterra num conselho de turma de final de período. Desconhece as putativas mudanças de política do ME e, delírio total, o nome do titular da pasta.

Cortaria os pulsos se o tipo desse pela diferença!…

Faltou a bolinha vermelha…

… no programa da TVI  sobre os “dinheiros públicos, vícios privados“.

Pornografia em horário nobre?

Balha-me Deus!…

Privatizar a educação – fraude eleitoral

O PCP pediu hoje a presença do ministro da Educação no Parlamento para explicar as “verdadeiras intenções” do Governo em relação ao financiamento do ensino obrigatório, considerando que existe o risco de introdução de propinas.

(…)
Para o PCP, “não há dúvida nenhuma” de que o primeiro-ministro se referiu “à introdução do pagamento de propinas” na escolaridade obrigatória, disse o deputado Miguel Tiago, em declarações aos jornalistas no Parlamento.

Passos Coelho foi claro: advoga a supremacia dos princípios e mecanismos de mercado sobre os princípios de cidadania e financiamento democráticos da escola pública. Passos Coelho defende um modo de privatizar a educação pela via do aumento da percentagem de financiamento da escola pública pelas famílias.

Se não podemos dizer que estamos surpreendidos com a ideologia neoliberal do primeiro-ministro, podemos dizer que as medidas que agora vem defender com o pretexto de não haver dinheiro para sustentar o Estado Social não foram sufragadas pelo voto dos pacóvios que nele acreditaram, o que configura, a meu ver, uma fraude eleitoral.

Se Portugal tivesse Presidente República, o governo seria deposto!

Esperem que depois do modelo germânico virá o chinês…

Crato chegou ao governo e ao MEC com a reputação de um cientista. Era espectável que o rigor, a racionalidade, a coerência, características fundamentais num homem de ciência, fizessem parte do código genético do “homem político” em que se transformou.

Puro engano! Crato parece aquele “aprendiz de feiticeiro” cuja mágica duplica um problema sempre que julga ter encontrado uma solução.

Crato vai a Berlim assinar acordo para reforçar ensino profissional em Portugal

“Inducação” sexual

Motivado por uma formação acelerada em educação sexual, para dar bom cumprimento à Portaria n.º 196-A/2010, nada melhor do que uma investigação zelosa: