F de Magalhães

A alegada proibição pelo MP da sátira ao Magalhães no Carnaval de Torres Vedras foi um excelente serviço público e estou em desacordo com muito do que tenho lido na blogosfera. E foi um excelente serviço público porque vem no seguimento do esforço de propaganda realizado ao portátil “português” e que levou o primeiro-ministro, José Sócrates, a oferecer um Magalhães aos líderes presentes na Cimeira Ibero-Americana. O Magalhães, com esta brincadeira de Carnaval que ninguém levará a sério, renasce uma vez mais, e as vezes que for preciso, até às próximas eleições. Podia ter ficado apenas na memória dos foliões de Torres Vedras? Podia! Mas o Magalhães é grande demais… o que não deixa de ser paradoxal para um portátil. E só os detractores do interesse público é que ousariam depreciar esta pérola do regime que nos relembra que somos, ainda, um país dos ffff (este último é um f de magalhães, obviamente).

Viva o Magalhães! Viva!…

Adenda: A construção de Carnaval que satirazava um computador Magalhães, em Torres Vedras, vai ser hoje devolvida ao espaço público, depois do Ministério Público ter ontem dado ordem de retirada.

Louvado seja, ó Magalhães, louvado seja…

4 thoughts on “F de Magalhães

  1. Mas… o fado ainda se escuta por aí… fátima é como se sabe e… futebol é às resmas… já o fmagalhães… alguém sabe onde anda? (Para além da cimeira, do desfile em torres e dos estaminés da fnac, é claro…)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s