Será que não podem integrar os CEF’s e os EFA’s?

Politécnicos vão passar a integrar ensino profissional

Com um tiro, Crato mata dois coelhos: aumenta os despedimentos de professores na escola pública, fazendo diminuir a despesa com salários, e transfere para os privados politécnicos a formação profissional.

Diz o ministro que “os politécnicos “têm professores, instalações e conhecimentos que muitas escolas secundárias não têm”.

Com esta mesma linha de argumentação, os politécnicos poderão reclamar tudo, desde o pré-escolar ao ensino secundário. Certo?

É o cratês no seu melhor!