Educação Física – Resposta do Diretor-Geral da Educação ao Diretor da FADEUP

Acabei de tomar conhecimento da resposta do MEC (por intermédio do Diretor-Geral da Educação, Fernando Egídio Reis) à tomada de posição da FADEUP depois de conhecido o teor da reorganização curricular que desvaloriza a disciplina de Educação Física, contrariando não só esta recomendação do Parlamento Europeu como os resultados da investigação que tem sido produzida nesta área de conhecimento.

É preciso muita desfaçatez para dizer o que disse o senhor Diretor-Geral:

O ponto 10 da Resolução “Exorta os Estados-Membros a tornarem obrigatória a educação física no ensino primário e secundário e a aceitarem o princípio de que o horário escolar inclua, pelo menos, três aulas de educação física por semana, embora as escolas devam, na medida do possível, ser incentivadas a ultrapassar este objectivo mínimo;”

Desafio aqui o senhor Diretor-Geral a provar que existe uma, e basta-me uma, escola pública do país que ofereça três aulas semanais de Educação Física. E se, por hipótese do absurdo, houvesse uma escola a oferecer esse tempo, ainda teria de demonstrar que são cumpridos os 45 minutos de tempo útil de aula que, como se sabe, não contempla o tempo de balneário – equipar e desequipar.

Deixe-se de demagogia barata e reconheça o óbvio e assumam lá a vossa visão atávica de desenvolvimento curricular!

Quanto à resposta falaciosa, junto o PDF para os interessados.

3 thoughts on “Educação Física – Resposta do Diretor-Geral da Educação ao Diretor da FADEUP

  1. É preciso dizer a esta gente que o Desporto Escolar é obrigatório para a escola (basta uma atividade anual para ser considerado). Para os alunos é de inscrição voluntária.
    Gosto especialmente quando nos documentos legais (leis, regulamentos, etc.) se encontra redações do género “… dá a oportunidade de se criarem currículos alternativos…”, “na medida do possível…”, “caso a escola assim o entenda…”, entre outras. Uma lei ou um regulamento é para legislar ou para regulamentar, não para deixar à sensibilidade de uns tantos outros que de Educação Física não querem nem ouvir falar.

    Gostar

    1. É a resposta típica de burocrata, Rui. Evoca a recomendação do parlamento europeu e treslê o seu teor. Diz a personagem que o desporto escolar serve para complementar a Educação Física. Não disse que é facultativo para o alunos, como referiste e bem, e não disse que a carga horária da disciplina mínima no secundário foi reduzida… E passou ao lado da questão, nada despicienda, de remeter a disciplina para aquela coisa que designou de Expressões, no 3º ciclo. Uma lástima!

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s