Tomada de Posição dos Professores da Faculdade de Medicina de Coimbra – Educação Física

Exm° Senhor

Ministro da Educação e Ciência,

Prof. Doutor Nuno Crato

O documento “Matrizes Curriculares dos Ensinos Básicos e Secundário” merece-nos uma reflexão no que diz respeito à disciplina de Educação Física, por ser uma disciplina que ao promover a prática regular de atividade física, promove a saúde e a qualidade de vida. O sedentarismo é uma condição indesejável e representa um risco acrescido para várias patologias. Estudos epidemiológicos bem desenhados têm demonstrando, de uma forma muito expressiva e inequívoca, a associação entre um estilo de vida ativo e uma menor morbilidade e mortalidade por diminuir os fatores de risco associados a doenças crónicas, sejam cardiovasculares, metabólicas ou degenerativas e, inclusive, do foro psicológico e psiquiátrico.

São vários os benefícios que o exercício físico promove, contrariando as chamadas doenças da civilização como a obesidade, a diabetes mellitus, a depressão, as doenças cardiovasculares isquémicas e o cancro, que são na realidade as epidemias do século XXI. Também numa sociedade em que a esperança de vida aumentou, o exercício físico é fundamental para um envelhecimento saudável, designadamente para que curse sem incapacidade física e mental.

As ações governamentais deverão ter em conta que a promoção da saúde, na qual se inclui o combate ao sedentarismo, deverá começar cedo sendo a escola um lugar privilegiado para valorizar as atitudes e incutir hábitos de vida saudável que irão nortear o indivíduo ao longo da vida.

Promover a atividade física nas escolas é, pois, contribuir para uma sociedade mais saudável e, por conseguinte, ter uma saúde mais custo-efetiva no futuro. A promoção da atividade física permitirá ao Estado poupar significativamente gastos na Saúde. Nós, professores da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra envolvidos no ensino e promoção de estilos de vida saudáveis onde se enquadra a atividade física, pedimos a Vossa Excelência que se reconsidere pelas razões expostas o documento “Matrizes Curriculares dos Ensinos Básicos e Secundário”.

Coimbra, 10 de Julho de 2012

 Prof. Doutor Carlos A. Fontes Ribeiro

 Profª Doutora Anabela Mota Pinto

 Prof. Doutor Manuel Teixeira Veríssimo

 Prof. Doutor João Páscoa Pinheiro

Anúncios

3 thoughts on “Tomada de Posição dos Professores da Faculdade de Medicina de Coimbra – Educação Física

  1. P.Bettencourt 16/07/2012 às 16:37 Reply

    Finalmente começam a acordar-se outras vozes.

    • António 18/07/2012 às 17:14 Reply

      Teria muito gosto em conhecer o IMC de grande parte destes iluminados.Foi a resposta que me deu um alto dignitário do ME.Continuem a chatear os putos com testes e coisas do género.Já agora digam-me que desporto praticam.È só blá blá.Admirem-se.

  2. Carlos Viana 17/07/2012 às 12:39 Reply

    Os ignorantes que estão à frente do nosso governo esquecem que estas medidas suicidas vão levar à falência do nosso sistema de saúde. Para não variar, continua-se a pensar a curto prazo neste país.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: