Blasfémia, senhores…

Entre uma leva de aulas li a Recomendação sobre Educação para a Cidadania (Recomendação n.º 1/2012) do Conselho Nacional de Educação (CNE).  Após apreciação do projeto de Recomendação elaborado pelo Conselheiro Almerindo Janela Afonso, o CNE deliberou aprovar o referido projeto.

Divergindo dos propósitos do governo, o CNE recomenda a manutenção da disciplina de Formação Cívica (cf. Decreto -Lei n.º 50/2011 de 8 de abril) considerando que “deve ser assumida como uma dimensão fundamental no ensino secundário, em adequada articulação com os processos que visam os melhores níveis de sucesso académico dos alunos. No ensino básico, deve ser revalorizada a educação para a cidadania democrática no âmbito da Formação Cívica, resgatando-a do enclausuramento excessivo relativo à gestão quotidiana dos problemas que decorrem das funções da direção de turma.

Não me surpreendi com o teor das recomendações e, sobretudo, com a crítica explícita sobre “as expectativas sociais e oficiais em relação ao currículo (por) privilegiarem a transmissão de conhecimentos, num contexto de algum modo favorável à indução de uma crescente seletividade e remeritocratização académicas.”

Ficarei apenas surpreendido se Nuno Crato não vier a terreiro defender a “implosão” deste seu órgão consultivo… por heresia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s