Currículo nacional falacioso…

O currículo nacional não deve ser, não pode ser, determinado por uma elite, ela própria subordinada a um conjunto de interesses económicos e financeiros que procuram defender o statu quo.

O currículo concretiza um plano cultural nacional a ser executado pela escola. Será um esforço inglório qualquer tentativa de determinar um projeto nacional para o sistema educativo sem um elevado consenso nacional, por duas razões fundamentais:

  1. Porque um projeto educativo nacional é um projeto de médio e de longo prazo e nenhum partido político pode garantir a manutenção desse plano para lá do seu mandato.
  2. Porque de um currículo nacional subjaz uma conceção de homem e uma conceção do mundo. Nenhum partido político, num sistema democrático, tem legitimidade para representar esse ideal humano.

Nuno Crato é, de facto, um ministro muito… crente!

Anúncios

2 thoughts on “Currículo nacional falacioso…

  1. “Porque de um currículo nacional subjaz uma conceção de homem e uma conceção do mundo.” Pois… Eu não diria que Nuno Crato é muito crente… digo sim que que é um profundo retrógado, ainda por cima ignorante, o que dá muito jeito a um governo de ideologia sinistra.

    Gostar

  2. Se não se altera a “gramática da escola” que interessa reformar o que quer que seja. Se calhar há currículo a mais!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s