Fora de tempo

No início foi a lábia do anti-eduquês. Mais tarde, num excesso de linguagem figurada de recorte belicista, revelou-se a vontade em torpedear o ME. Depois, já instalado no poder e sem saber como lidar com a realidade complexa, recorreu a um linguajar minimalista de conteúdo mas pobre na forma para anunciar a única grande medida de economês aplicado à educação – uma reorganização curricular a retalho.

De fora, cada vez mais arredado dos discursos de pimpões do básico e secundário, ficou a educação, essa representação mítica que se aceita como algo que é bom e conveniente para todos. Mas será conveniente para todos?

Como é possível aceitar o alargamento da escolaridade obrigatória sem nada se questionar, sem nada se debater?

Anúncios

4 thoughts on “Fora de tempo

  1. citizen 07/12/2011 às 15:11 Reply

    a despropósito
    “Figuras públicas da Madeira fazem curso de tiro [a fim de]
    «assegurar os conhecimentos técnicos numa área de defesa pessoal como preparação para os tempos difíceis que aí vêm».

    também quero!

  2. Miguel Pinto 07/12/2011 às 15:42 Reply

    Pelo andar da carruagem antecipo já a próxima formação: minas e armadilhas. 8)

  3. citizen 07/12/2011 às 18:12 Reply

    PROJECTO DE DECRETO – LEI DE ALTERAÇÂO DO ECD

    http://www.fenprof.pt/Download/FENPROF/SM_Doc/Mid_115/Doc_6005/Anexos/ALTERACOES_ECD_VERSAO_FINAL.PDF

    muita atenção ao artigo 29º

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: