Para perguntas exasperadamente simples:

Como fazer mais com menos (orçado)? E qual será o preço a pagar pelas gerações futuras?

(Interpelação de Miguel Tiago, hoje, no debate do orçamento de estado 2012, a Nuno Crato)

Resposta falaciosa: Concentrar nas disciplinas essenciais, isto é, é necessário saber escrever, ler, contar e discutir!

Eis a cartilha salazarista deste governo!