Uma noite bem passada

Ontem à noite, num gesto de grande coragem (porque é mais fácil guardar a sete chaves as opções metodológicas dentro da sala de aula), a direção da escola da minha petiza convocou os pais para lhes explicar por que razão foi adotada a metodologia de aprendizagem cooperativa. Foram explicadas as bases desta metodologia e a ideia que importa relevar é o desenvolvimento das inteligências interpessoal, intrapessoal, e linguísticas, normalmente subvalorizadas em metodologias de ensino mais diretivas.

Pelo que me foi dado observar, a maioria dos pais saíram sossegados, mesmo aqueles que vivem mais obcecados com as lógicas da campeonite que tomaram conta do ensino secundário.

Mas senti a falta dos cratenses e dos seus fantasmas…