Um problema de justiça

Mas há medidas anunciadas agora como fazendo parte do PES que são a demonstração clara de como a concepção de sociedade que o Governo faz é desigualitária, de como o poder político em exercício não vê os cidadãos como iguais perante o Estado – como é regra em democracia – e como o PSD e o CDS têm, no fundo, uma visão classista da sociedade. O que, sejamos claros, é uma regressão civilizacional na organização social portuguesa.

São José Almeida (Público, 13/8/2011)

(Ler este excelente artigo na integra aqui)

Não conheço o PES (Programa de Emergência Social) mas não me surpreendo que ele evidencie uma concepção de sociedade desigualitária. E esta visão classista de sociedade não emerge apenas nas medidas existentes no apoio social. A nova proposta de ADD, quando observada pela lente da segregação geracional, revela essa visão retrógrada de sociedade.

Não direi que este governo começa a ser um problema de polícia, mas é certamente um problema de justiça!

Anúncios

One thought on “Um problema de justiça

  1. Henrique Santos 14/08/2011 às 17:32 Reply

    Já agora uma achega: os políticos de direita, como estes actualmente no governo ou os anteriores que, sob o nome de socialistas, praticaram tb políticas de direita, tendem a ocultar o sentido classista das suas políticas.
    Este governo pela voz do seu ministro das finanças, há dias, candidamente negou que existissem classes na nossa sociedade. Que ironia. Um governo que se comporta como o Robin dos ricos, que rouba aos pobres e remediados para transferir o produto desse roubo para os ricos, tem necessariamente de tentar de todas as formas ocultar essa injustiça de classe.
    Para quem tiver o mínimo de cultura histórica e consciência de classe é fácil desvendar estas práticas do governo. Infelizmente, como diz a minha mulher, devido ao estado de graça e a outros factores como as doses de propaganda multimedial de apoio às medidas do governo, a maior parte do pessoal só acordará quando estiver a ser atingida directamente pelos cortes anunciados recentemente, daqui a uns meses, depois de se esgotar completamente o subsídio de férias. E mesmo assim, por medo muitos não se revoltarão…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: