Um outrÒÓlhar sobre os exames nacionais

Há um exercício que se vulgarizou sem ser devidamente questionado e que consiste em comparar as médias dos resultados dos alunos por disciplina em exame com as médias dos resultados por disciplina dos alunos nas avaliação internas. Isto é, usando o cliché, comparam-se as CIF´s com as CEF´s.

A questão que subjaz a esta comparação é a de saber se os professores inflacionam ou não as notas dos alunos utilizando como padrão a prova de exame.

Contudo, basta alterar e invertermos esse padrão para chegarmos a outra questão, não menos relevante, que é a de saber se as provas de exames estão bem ou mal ajustadas face ao trabalho que a comunidade docente realiza nas escolas.

Claro que para fazer este exercício é necessário pressupor que a comunidade docente é séria e que está bem preparada para a função e, finalmente, que as escolas de formação de professores são credíveis.

Só que este exercício vende menos, digo eu, e não interessa à tutela centralista que desse modo deixaria escapulir-se um instrumento de controlo do trabalho docente e das escolas.

Anúncios

5 thoughts on “Um outrÒÓlhar sobre os exames nacionais

  1. Fernanda 21/07/2011 às 17:03 Reply

    “Contudo, basta alterar e invertermos esse padrão para chegarmos a outra questão, não menos relevante, que é a de saber se as provas de exames estão bem ou mal ajustadas face ao trabalho que a comunidade docente realiza nas escolas.”

    Não estão, não.

    Mas, como escreve, é mais fácil inverter-se a questão.

    Nas escolas há uma percentagem para Atitudes e Valores e outra para Conhecimentos. No secundário, por exemplo, na LP, LE e Ciências experimentais existe, respectivamente uma percentagem de 25% E 30% para a oralidade e 30% para a componente prática.

    Os exames nacionais não testam isto. No caso das LE o caso é gritante. Querem exames? Então seria razoável haver exames orais, especialmente nas LE, onde a escrita e a oral tivessem o mesmo peso ou pesos diferentes, digamos 60% (escrita-40% e 405 oral)

    O que se sabe é que este “receio” de discrepência entre a classificação interna final e a classificação de exame final leva alguns professores a descerem 1 ou 2 valores no CIF de modo a que esta diferença entre CIF e CEF se dilua.

    O que prejudica os alunos, é pouco sério e honesto.

  2. Fernanda 21/07/2011 às 17:06 Reply

    * 40% oral
    * discrepância

    (é da pressa….)

  3. IC 23/07/2011 às 02:51 Reply

    Que a comunidade docente é séria, não duvido (embora seja humano que professores cedam à pressão dos exames quando são eles os culpabilizados se houver essas discrepâncias). Mas que muitas escolas de formação não são credíveis e que o próprio modelo de formação para o E.Básico tb não é, disso ninguém duvida, acho eu (para o Secundário, actualmente desconheço, mas os professores do Secundário não podem fazer milagres quando recebem alunos que nunca antes tiveram nota positiva a Matemática). Uma vez ouvi NC referir-se à deficiência na formação de professores, mas eu até era capaz de começar a gostar um bocadinho dele se tivesse coragem de mexer no regimen da formação de professores para 1º e 2º ciclos (essenciais). Infelizmente, não acredito que eu tenha que gostar dele.

  4. Miguel Pinto 23/07/2011 às 12:12 Reply

    Ontem, numa conversa com um colega de escola, fui acusado de não dar o benefício da dúvida ao senhor ministro. Creio que o benefício da dúvida existe para o que ainda não foi produzido. Mas há 2 medidas que já foram tomadas e há que as apreciar agora. A não ser que tenhamos de esperar pelos resultados. Mas se assim for e tendo em atenção que os resultados em educação são de médio e longo prazo, o melhor é encerrarmos a loja… 8)

  5. Miguel 23/07/2011 às 14:47 Reply

    A colega tem razão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: