A quem serve o curriculum utilitarista?

Há muito tempo que não lia um post que evidencia de modo tão claro o principal (?) problema que enferma o nosso sistema educativo: um curriculum educacional baseado nas necessidades de sobrevivência, utilitarista e irrelevante face aos desafios do futuro.

Foi no blogue De Rerum Natura que Helena Damião escreveu o post sob um olhar desenvolvimentista. E a mensagem é claríssima: Nós somos tontos porque “ensinamos a apanhar peixes para apanhar peixes, [ao invés de] … desenvolver uma agilidade generalizada que nunca se poderia desenvolver através do simples treino de fazer redes.