Em defesa de uma ADD exclusivamente formativa!

A Assembleia da República revogou a ADD.

Até ao final do presente ano lectivo, o Governo inicia o processo de negociação sindical tendente a aprovação do enquadramento legal e regulamentar que concretize um novo modelo de avaliação do desempenho docente, produzindo efeitos a partir do início do próximo ano lectivo.

Para efeitos de avaliação desempenho docente, e até à entrada em vigor do novo modelo de avaliação, são aplicáveis os procedimentos previstos no Despacho nº 4913-B/2010, de 18 de Março, no âmbito da apreciação intercalar, até ao final de Agosto de 2011.

Este é o momento para auscultar os professores e encontrar um modelo de avaliação que seja o mais consensual possível entre a classe. Sabemos o que significa consensualizar um modelo de avaliação de desempenho. Sabemos que a tarefa é ciclópica porque há uma pluralidade de sentidos da profissão. O que me leva a pensar que nenhum sindicato será capaz de encontrar um modelo, não direi que seja aceite por todos os professores mas que seja entendido por todos. E para ser entendido por todos os professores esse modelo só pode ser exclusivamente formativo. Não há que recear os remoques dos Pachecos e Tavares da nossa praça que não perderão a oportunidade para fazer passar a ideia que os professores não querem ser avaliados. Há que explicar a complexidade da função docente e a impossibilidade de verificar e confirmar a materialização das várias dimensões do exercício profissional.

Anúncios

4 thoughts on “Em defesa de uma ADD exclusivamente formativa!

  1. José Carlos Jacinto 27/03/2011 às 22:09 Reply

    Estou perfeitamente de acordo e devo dizer que uma escola punitiva baseada no politicamente correto e uma ADD imposta sem ouvidas as partes envolvidas nunca irá resultar e também não levar isso como se o mundo caísse se tal não se concretizar no imediato. A pressa é má conselheira!

  2. […] são palavras que o Miguel subscreve (diz ele, erradamente, com menos […]

  3. […] José Matias Alves disse com mais competência aquilo que eu defendo aqui. É verdade: “Temos de reivindicar uma avaliação com significado e sentido. Uma avaliação que […]

  4. […] e por uma questão de coerência, relembro o que disse aqui: Não há um modelo de avaliação que venha a ser aceite e entendido por todos os professores a […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: