Vendilhões do templo

Não é uma blasfémia dizer que somos um país de projectos e sonhos adiados, um país governado por vendilhões de Magalhães do templo. A legislação que temos é das melhores e mais progressistas do mundo ocidental e no entanto temos um sistema de justiça desacreditada pela morosidade dos processos, transformando o país num terreno fértil para a germinação de videirinhos e Chico Espertos. O governo pavoneia-se entre os seus parceiros europeus, no domínio da modernização tecnológica, porque lidera desde 2008 o ranking da Comissão Europeia sobre a disponibilização e a sofisticação de serviços públicos online. Fantástico, Mike. No entanto, continuamos a ter escolas que têm de pagar a privados o acesso à internet porque a banda larga disponibilizada pelo ME ainda é uma miragem.

Hoje, é preciso ver para crer!

E porque quero ver para crer é que não ligo patavina à resolução do conselho de ministros que aprova a Agenda Digital 2015, uma iniciativa inserida no âmbito do Plano Tecnológico. Contudo, aqui fica o registo para memória futura de mais uma promessa adiada.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: