Formação acelerada – Educação financeira.

Guiões de educação financeira fornecidos às escolas

Professores e alunos das escolas do 1.º ao 3.º ciclo do Ensino Básico vão ter um novo instrumento de trabalho a partir deste mês: guiões pedagógicos para dinamização de actividades sobre educação financeira.

À escola continuam a ser assacadas responsabilidades sobre todas as iliteracias. E para fazer-de-conta que a escola ensina e os alunos aprendem, inventam-se programas de educação formação para isto e para aquilo. A educação é instrumental, a educação é transformada em formação profissional, a “formação acelerada” parece ser a panaceia para as maleitas sociais. E haverá sempre um programa preparado à pressa para atacar o problema emergente.

O problema agora parece ser a educação financeira. A Associação de Instituições de Crédito Especializado (ASFAC)  preparou o documento e o ME não perdeu a oportunidade para “sugerir” (porque não será de leccionação obrigatória na área não disciplinar Educação para a Cidadania) às escolas um “guião pedagógico” para dinamização de actividades sobre educação financeira. Como é normal no ME, primeiro chegam os programas e depois, se calhar, chegará a formação dos professores.

A imprensa noticia, as escolas entretêm-se com o desafio, e para não variar, ficará tudo na mesma. A não ser que o kit seja testado, e comprovado, em conselho de ministros.

Anúncios

5 thoughts on “Formação acelerada – Educação financeira.

  1. Miguel Pinto 05/11/2010 às 01:02 Reply

    Fica combinado: Sábado! 🙂

  2. adkalendas 05/11/2010 às 10:16 Reply

    Parece que as disciplinas ditas “tradicionais” estão a perder o pé para as “novas” disciplinas(??): educação sexual, educação financeira, e o que mais virá.
    Afinal, as)questão(ões) que se coloca(m) hoje é(são): o que é um professor? o que é um professor especializado numa área científica (este parece que tende a deixar de existir)? O que é e para que serve a Escola? Para resolver problemas da sociedade? Para educar? para ensinar? o quê?
    Lá se vão a história, as línguas, a geografia (estas já estão a desaparecer), mas a seguir estão na calha a matemática e o português. Para aquela, basta saber fazer umas contas, para esta, ler uns textos curtos e analisar anúncios publicitários…
    Estou a exagerar? Eu espero bem que sim.
    Formação profissional…nem sei o que dizer mais.

  3. Miguel Pinto 05/11/2010 às 17:11 Reply

    São questões pertinentes, adkalendas. Creio que será necessário fazer um “reset” no ME, e no governo… e com estes actores políticos… não há condições 😉

  4. IC 06/11/2010 às 02:21 Reply

    Educação financeira?? looooool Mais uma anedota?
    O que não é nada anedota, mas sim coisa bem séria e superpreocupante é o comentário do adkalendas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: