Crepúsculo do dever

“A dualização das democracias não designa apenas o regresso da grande pobreza, os mecanismos da precarização e de marginalização sociais; ela significa a acentuação de duas lógicas antinómicas do individualismo. De um lado, o individualismo ligado às regras morais, à equidade, ao futuro; do outro, o individualismo do cada um por si e do “depois de mim, o dilúvio”; ou seja, em termos éticos, individualismo responsável contra o individualismo irresponsável.

O que fazer?

Fazer recuar o individualismo irresponsável, redefinir as condições políticas, sociais, empresariais, escolares, capazes de fazer progredir o individualismo responsável – não existe tarefa mais crucial.” (Lipovetsky, G.)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: