Este tipo perdeu a credibilidade…

800px-AngleGrinder Depois de escrever o texto anterior fiquei a matutar no assunto e concluí que o tipo é tenro nesta coisa da justiça feita com as próprias mãos. Como arruaça ficou logo descredibilizado porque confundiu uma rebarbadora com uma motosserra. Imperdoável.

E se fosse eu mandar, fazia com que cumprisse a promessa: devia ser obrigado a cortar um (bastava um) pórtico com uma motosserra. Devia ser bonito…

Mas para quem ficou chocado com a proposta e, mais, com a facilidade da solução, desconhece que um deputado que se preze deve ter na mala do carro, além da motosserra, uma chave-inglesa, uma mala de parafusos, um martelo, um berbequim, um torno mecânico, um esmeril e, claro, uma rebarbadora. Não vá o diabo tecê-las… e um tipo ainda tem de dar cabo de uma repartição de finanças ou… sei lá, um gabinete da concorrência. Acreditem que isto é mais vulgar do que parece à primeira vista e estou convencido que toda a gente tem uma pequena serração sempre à mão.

Agora consigo imaginar uma manifestação de professores, cada um com a sua motosserra na mão, ui, ui…estou mesmo a ver as árvores da Avenida da Liberdade a malharem como tordos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s