Como é que diz que disse?

de João Paulo Videira

Caros leitores,

como sabem, este blogue é, fundamentalmente, um blogue de publicação de escritos provavelmente literários. Não é um blogue sobre Educação. Ainda assim, de quando em vez, não me coíbo de deixar aqui uma ou outra reflexão sobre alguns temas relacionados com a dita. Deve ser defeito de profissão. De professor, a profissão, não o defeito. Esse é meu. E hoje apeteceu-me fazê-lo mais como quem reage perplexo do que propriamente como quem comenta reflectidamente. E admito que haja bondade na medida sobre a qual vou pasmar já a seguir. E se a houver agradeço que algum leitor mais informado ma esclareça. Ora então vamos lá a pasmar: é mesmo verdade que um aluno que chumbe no oitavo ano pode passar para o décimo? É que nem a realização de exames pelo meio nem a sua comprovada veterania etária me convencem da bondade da coisa. Deixem-me aqui escrever um pensamento para quem quer que seja que o venha a ler: a realização de exames não substitui o processo de aprendizagem!!! Irra que é mouco! Já quanto à idade, eu percebo o constrangimento de ter jovens muito mais velhos do que outros nas turmas e também percebo que não é por muito insistir que se obtêm resultados mas, nesses casos, talvez o indicado fosse deixar o jovem viver, contactar com o mundo do trabalho, adquirir experiência e perspectiva e proporcionar-lhe uma oportunidade quando já tivesse mais estrutura para a aproveitar. Sei lá. Isto sou eu a pensar alto. Assim de repente soou-me àqueles prémios de carreira que se dão nas noites dos globos não sei de quê! Uma coisa do tipo. Não conseguiste? Passa a frente que isto é uma perda de tempo! Mais, falta ainda saber que tipo de exames seriam esses… Se forem como aqueles de aferição…

Bem, já destilei. Agora fico à espera de comentários. Ou não!
[Sobre este assunto leia também isto, isto e isto. Já agora, fica mais informado do que com os meus arrazoados. Este blogue chega a ser uma instituição de serviço público sens fins lucrativos!]
E, se lhe apetecer, ouça isto:

Anúncios

5 thoughts on “Como é que diz que disse?

  1. João Paulo Videira 04/06/2010 às 22:57 Reply

    Obrigado, Miguel.

  2. Paulo G. Trilho Prudêncio 05/06/2010 às 16:51 Reply

    Viva Miguel.

    Bom este layout.

    Não que os anteriores (principalmente o amarelo e roxo e o verde – de Portugal, ok 🙂 -), mas este é muito bom.

    Abraço.

  3. tsiwari 06/06/2010 às 23:17 Reply

    MAs alguém acredita que, tendo que fazer os exames de ciclo – incluindo os nacionais a Matemática e a Português – algum aluno que

  4. tsiwari 06/06/2010 às 23:19 Reply

    TENHA CHUMBADO no oitavo ano (e DeuS sabe quem são os que chumbam no oitavo ano – DESINTERESSE TOTAL!), passará do oitavo para o décimo ano?

    Isso é demagogia pura! Foi a forma de dizer que se quiserem escapar da escolaridade obrigatória até ao 12.º, podem.

    TRETAS!

  5. IC 10/06/2010 às 01:05 Reply

    Os ME de Sócrates darão origem a muitas anedotas, têm sido uma fonte de inspiração para elas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: