Abril

Abril de sim, Abril de Não
Manuel Alegre

in: National GeographicEu vi Abril por fora e Abril por dentro
vi o Abril que foi e Abril de agora
eu vi Abril em festa e Abril lamento
Abril como quem ri como quem chora.
Eu vi chorar Abril e Abril partir
vi o Abril de sim e Abril de não
Abril que já não é Abril por vir
e como tudo o mais contradição.
Vi o Abril que ganha e Abril que perde
Abril que foi Abril e o que não foi
eu vi Abril de ser e de não ser.
Abril de Abril vestido (Abril tão verde)
Abril de Abril despido (Abril que dói)
Abril já feito. E ainda por fazer.

Anúncios

3 thoughts on “Abril

  1. Paulo G. Trilho Prudêncio 25/04/2010 às 19:37 Reply

    Viva Miguel.

    Uma boa escolha.

    Mudando de questão: não vejo motivos para que o template tenha hoje esta cor. Sinceramente, há outras cores mais interessantes 🙂

    Abril Sempre.

    Abraço.

    • Miguel Pinto 25/04/2010 às 19:52 Reply

      Viva Paulo. É isso mesmo: Abril Sempre.
      hummm… cores mais interessantes? Estavas a pensar no amarelo? 😉 Não deve ser nada fácil imaginar as lógicas cromáticas de um daltónico, certo? 🙂

  2. IC 26/04/2010 às 02:20 Reply

    Boa escolha, Miguel!

    P.S. Refiro-me ao poema, claro, não à cor do template lol

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: