Batam no ceguinho que ele ainda ouvirá…

Se insistirem muito, mas mesmo muito, se teimarem nas teses da encenação maquiavélica, ainda me fazem crer que o problema da iniquidade do concurso para os contratados é da responsabilidade da Fenprof.

Anúncios

10 thoughts on “Batam no ceguinho que ele ainda ouvirá…

  1. Paulo Guinote 14/04/2010 às 23:05 Reply

    Miguel, das duas uma: ou estás devidamente informado ou não estás.
    Se estás, evita posts como este.
    Se não estás, evita na mesma.
    Porque se pedires para saber dizem-te com facilidade que isto (por “isto” refiro-me à não contabilização da ADD para concurso) foi “acordado”…

    • Miguel Pinto 14/04/2010 às 23:12 Reply

      Se me garantes esse desfecho, fico muito mais descansado, Paulo.
      Mas insisto: ainda estou bem a tempo de acreditar que a iniquidade do concurso é da responsabilidade da Fenprof.

  2. Paulo G. Trilho Prudêncio 14/04/2010 às 23:16 Reply

    Viva Miguel.

    Afinal o que é que acordaram? Não acordaram isto? Inconcebível isto estar a acontecer depois de uma acordo. Só se assinava depois de estar tudo garantido. Qual era a pressa?

    Abraço.

    • Miguel Pinto 14/04/2010 às 23:21 Reply

      Não tenho informação privilegiada, como tem o PauloG, mas terá sido resultante daquela máxima do pássaro na mão e dois a voar. Ou não? 😉

  3. Dr.Shue 14/04/2010 às 23:59 Reply

    Pássaros não sei… mas a sua m*rda está por todo o lado.

    • Miguel Pinto 15/04/2010 às 00:00 Reply

      😆 A Mafalda Veiga diria que são pássaros do Sul 8)

      • Dr.Shue 15/04/2010 às 11:02 Reply

        Isso é que ela canta… eu digo que o mal é serem do Norte mas terem migrado para o Sul! O sol faz mesmo mal à moleirinha…

  4. fjsantos 15/04/2010 às 18:58 Reply

    É espantoso como gente tão cheia de “inside information” não sabe (ou finge que não sabe) o que ficou escrito no acordo e o que ficou para negociação posterior.
    A sanha anti-acordo é tal que, desde o primeiro dia, ficou decidido em muitas cabeças que tudo o que corresse mal era porque o acordo tinha sido assinado.
    Como se o acordo tivesse sido recusado tivéssemos a certeza de estar hoje muito melhor.
    É como o Miguel diz: insistindo um pouco mais, ainda conseguimos que os professores passem a manifestar-se à porta da Fenprof e peçam a demissão do Mário Nogueira em vez de irem para a Praça do Comércio exigir a demissão de Teixeira dos Santos.

    • Dr.Shue 15/04/2010 às 21:31 Reply

      Nessa última parte estou contigo… e há quem diga até que é esse o objectivo. Eu não! Eu sou burro que nem uma porta que nunca sei de nada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: