Autarcas estruturalmente (des)honestos

Lisboa, 11 abr (Lusa) – O secretário de Estado do Poder Local, José Junqueiro, reiterou hoje a sua confiança nos autarcas, considerando-os "estruturalmente honestos", e classificou a administração local como o setor "mais fiável e transparente" do país.

A lapalissada é do secretário de estado do poder local: Ficamos a saber que a espécie humana é estruturalmente boazinha… Que não há homens maus, até prova em contrário… Estruturalmente, não existe ninguém desonesto, por enquanto, até que o gene da desonestidade dê sinais de vida.

Se me parece bem a confiança do secretário de estado do poder local nos “seus” autarcas, já o mesmo não poderei dizer da desconfiança que ele revela nos outros setores (atenção ao acordo ortográfico… não, não me refiro aos stores ou profes) que serão, segundo as suas palavras, menos fiáveis e transparentes. Esses sim, esses já podem ser estruturalmente desonestos. O que contraria a minha interpretação de que, afinal, a espécie humana não é estruturalmente honesta. Logo, os autarcas podem ser estruturalmente desonestos. Certo?