Propostas da FENPROF para melhorar a organização pedagógica das escolas.

PROPOSTAS PARA ALTERAÇÃO DE IMEDIATO

1. Compete ao Conselho Pedagógico, enquanto órgão de direcção pedagógica da escola, definir o modelo de organização do processo de ensino/aprendizagem, nomeadamente o tipo, as competências e a composição das estruturas pedagógicas intermédias, tornando o seu funcionamento menos burocrático, reforçando a coordenação pedagógica e a articulação curricular e adequando-o à realidade de cada comunidade educativa;

2. Compete ainda Conselho Pedagógico flexibilizar a organização dos espaços, tempos, agrupamentos de alunos e apoios educativos;

3. O Presidente do Conselho Pedagógico é eleito de entre os seus membros docentes, deixando de ser obrigatória a acumulação desse cargo com o de Director;

4. Para além do Director, o Conselho Pedagógico é constituído pelos coordenadores das estruturas de gestão intermédia e de supervisão pedagógica, democraticamente eleitos pelos docentes que as constituem.

Subscrevo integralmente o conjunto de propostas apresentadas pela FENPROF ao ME na reunião de 5 de Abril.

Apesar de me parecer impraticável a aplicação imediata das propostas para o corrente ano lectivo, considero que se enfatiza, e bem, o papel do conselho pedagógico e das estruturas pedagógicas intermédias na organização e gestão das escolas.

Considero, também, que urge rever “o processo de eleição directa do órgão de gestão por um colégio eleitoral alargado e a redefinição das competências e composição do órgão de direcção estratégica” e aceito os motivos evocados (reforçar uma lógica de cooperação e co-responsabilização dos diversos intervenientes e contribuindo também para arredar a luta partidária da eleição dos órgãos de gestão – hoje visível e por todos percepcionada em muitas comunidades). Mas não deixaria de propor, porque é necessário acautelar as práticas paroquiais e caciquistas, uma limitação de mandatos para os elementos do órgão de gestão. Nenhum gestor escolar deveria ficar arredado das salas de aula por um período prolongado de tempo (2 mandatos, no máximo). “Cheirar” a sala de aula é o melhor antídoto para combater práticas gestionárias alienantes!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: