Apreciação intercalar inócua

A solução encontrada para os docentes do quadro parece-me equilibrada mas é manca para os professores contratados e para os docentes cuja avaliação atribuída foi inferior a Bom no ciclo anterior.

Enquanto para os primeiros é requerida:

a) (uma) Breve descrição da actividade profissional no período em apreciação, incluindo uma reflexão pessoal sobre as actividades lectivas e não lectivas desenvolvidas pelo docente;

b) Identificação  da formação eventualmente realizada.

Para os segundos mantém-se o Simplex e o desconexo modelo de avaliação que lhe está subjacente .

O que eu não entendo é necessidade da menção qualitativa.

4 – A Comissão de Coordenação da Avaliação do Desempenho aprecia o documento entregue pelo docente, ponderando o respectivo conteúdo no sentido de uma apreciação objectiva e rigorosa do seu desempenho nesse período, atribuindo-lhe uma menção qualitativa dentro do elenco – Insuficiente, Bom, Muito Bom.

(…)

7 – A apreciação intercalar do desempenho prevista no presente despacho não substitui a avaliação do desempenho do ciclo de avaliação de 2009-2011.

(in: Profavaliação)