Entrevista de Isabel Alçada à Revista Única

“A maior parte das acusações (ao primeiro-ministro) são falsas” (Isabel Alçada)

IA_Expresso1_20_2_10 Indefectível apoiante de José Sócrates, Isabel Alçada reconhece que uma parte das acusações ao primeiro-ministro é verdadeira. Como José Sócrates negou sempre todas as acusações que lhe são feitas no parlamento, então Isabel Alçada admite que José Sócrates terá mentido numa parte dessas acusações. Isabel Alçada considera IA_Expresso2_20_2_10que José Sócrates terá mentido.

Ultrapassado este intróito semântico, a entrevista de Isabel Alçada não adianta muito mais ao que já fora revelado em aparições públicas anteriores. Mais, a entrevista é perfeitamente inócua por culpa da jornalista que preferiu conduzir a entrevista para as frivolidades, tocando ao de leve as questões relevantes da política educativa.

Destaque da entrevista:

1. Os currículos são a sua bandeira. “… a definição de metas de aprendizagem para cada ano de escolaridade IA_Expresso3_20_2_10permite que os professores tenham referenciais claros, possam adequar métodos de avaliação e monitorizar  resultados de aprendizagem.”

2. Vai agrupar, absorver, as áreas não curriculares IA_Expresso4_20_2_10do ensino básico. Admite uma alteração dos tempos lectivos, dos blocos de 90 minutos, embora esta matéria possa remetida para a discussão do dossier – autonomia das escolas.

3. A educação sexual não irá ser decretada do exterior para o interior das  escolas. Irá deixar que as escolas, a comunidade  educativa, tratem do  assunto.

4. Não considera que a profissão dos professores está descredibilizada. “No IA_Expresso5_20_2_10passado, os professores tinham um estatuto social diferente. Entretanto, muitas outras profissões também ganharam estatuto.” Isto é fantástico: a profissão dos professores perdeu estatuto porque outras profissões ganharam estatuto. Valha-me IA_Expresso7_20_2_10Deus…

 

 

IA_Expresso6_20_2_10

Anúncios

3 thoughts on “Entrevista de Isabel Alçada à Revista Única

  1. ramiro marques 20/02/2010 às 16:02 Reply

    Fizeste uma boa síntese.

  2. Jorge Guimarães 23/02/2010 às 00:13 Reply

    Depois de ler a entrevista na íntegra, só me ocorre o seguinte título para a mesma: Isabel alçada ao país das maravilhas.
    Nas escolas, a educação é toda feita para filhos, pequenos monstros, monstrinhos, tão ricos, tão ricos, tão ricos… que não imaginamos o gozo que lhe dá ser ministra da educação…
    Vai lá agora a senhora para dentro de uma sala de aula, onde pode correr o risco de ser interrompida na sua verve lição pelo toque de um telemóvel a avisar a chegada de um sms!!! Não lhe faltava mais nada, pois não… Por isso mesmo vai ficando, tão rica, tão rica, tão rica… pela 5 de Outubro.

  3. tsiwari 23/02/2010 às 09:17 Reply

    A maior parte do que a Senhora não diz tem algum fundo de verdade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: