O ME aguarda por um “milagre das rosas”.

Rel_rede_esc_CCAP_09

O ME pode fazer deste relatório o que quiser. Pode tentar distorcer ou suprimir as ideias-chave, pode até evocar o milagre das rosas para justificar a implementação do seu modelo de avaliação. O que não pode negar é “que no plano transformativo orientado para a melhoria das aprendizagens, não é na conformidade aos normativos que o desempenho docente tem o seu lugar estratégico”, como salienta o redactor. Pergunto como é que este PS (se for governo) pensa reconquistar os professores. Impondo o complex ou, em alternativa, tolerando o simplex?

É que depois do famigerado despacho (a que fiz referência na entrada anterior) da futura ex-ministra da educação, só posso concluir que a estratégia proposta pelo CCAP não foi bem acolhida… ou percebida… sei lá.