Motivos para a desmobilização

O Ricardo sintetiza 3 motivos para a pretensa desmobilização de professores:
1) Intransigência do Ministério da Educação
2) Erros estratégicos dos sindicatos
3) Conflitos entre intervenientes com a capacidade de influenciar (sindicalistas, integrados em movimentos e independentes).

Concordo com o primeiro motivo. A intransigência do ME (é apenas aparente porque o ME foi forçado a transfigurar o seu modelo de avaliação que se dizia inabalável) provoca uma ilusão de força. Creio mesmo que mais do que a intransigência, a desvalorização que o ME fez à contestação terá sido mais dissuasora, criando o efeito que José Gil descreveu com a não-inscrição do acontecimento, isto é, como se o acontecimento não acontecesse.

Discordo do segundo motivo.
2) Erros estratégicos dos sindicatos
a)Intervalos excessivos entre iniciativas de relevo:”

Se bem me lembro, no corrente ano lectivo tivemos 4 iniciativas de relevo: a manif de Novembro, 2 greves e os OI’s. O intervalo entre a manif e os OI’s foi de cerca de dois meses. Nesse intervalo de tempo ainda houve tempo para duas greves com taxas elevadíssimas de participação.

“b) Propostas aparentemente «suspeitas» em negociações ME/Sindicatos”

Cada um é livre de suspeitar do que quiser mas seria desejável que os factos sustentassem as suspeitas.

“c) Os sindicatos apresentam iniciativas definidas no tempo, e só depois são ouvidos os professores;”

É uma metodologia porventura menos “flexível” mas permite agilizar o processo de acção. Seria interessante perceber que tipo de referendo aos professores é proposto?

“d) Não adesão e apoio às iniciativas de movimentos de professores e independentes”

A não entrega dos OI’s foi uma iniciativa conjunta de movimento e da plataforma. As greves mereceram a anuência dos movimentos. A meu ver, há pontes que não podem ser derrubadas…

“f) Incentivo à não entrega dos Objectivos Individuais (OI), seguida pelo incentivo à entrega da ficha de auto-avaliação:”

É bom recordar que a iniciativa surge depois de inúmeras tomadas de posição colectivas, abaixo-assinados e outros quejandos que vinculavam os subscritores à acção. Não podemos acusar os sindicatos de não ouvirem os professores e depois criticá-los porque os ouviram e não deviam. Se os professores que não entregaram os OI’s pretendem entregar a miserável ficha, pergunto por que razão os sindicatos devem patrocinar uma acção de luta que estará condenada ao fracasso sem a garantia de uma adesão elevada de professores?

Discordo do terceiro motivo. A actual desmobilização dos professores põe a nu a real capacidade de agregação dos movimentos e dos bloguistas pseudo-independentes. Se os sindicatos de professores, “fartos de virar frangos”, não são capazes de mobilizar os professores, o que dizer da concorrência amadora (oopss… esta saiu ao lado)?

One thought on “Motivos para a desmobilização

  1. É importante não esquecer a estratégia do Governo para exterminar sindicatos é torna-los inúteis e isso conseguem dividindo a classe; vai de titulares, depois são os que entregam e não entregam os Ois e assim se vão fazendo “capelinhas” dentro das Escolas. Era bom que os professores se reencontrassem e percebessem que estavam a ser manipulados.Não não culpas nem culpados, são respostas aos contextos e especificidades individuais.
    Para a “culpa não morrer solteira” recai sobre os sindicatos e agudiza-se o discurso anti-sindical. Até o nosso vizinho Guinote alimenta esta fractura que não nos traz nada de bom.
    O ME anda atrapalhado mas podia andar mais que os professores não fossem nesta manipulação.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s