Três semanas decisivas

Nas próximas três semanas serão avaliada(o)s:
1. A coesão (ou fragmentação) da classe face à escolha da melhor alternativa de combate ao Simplex 2;
2. O grau de sintonia entre os professores e a Plataforma Sindical face aos apelos para a não inscrição dos Objectivos Individuais;
3. A capacidade de resistência dos professores através da expressão da greve de 19.

Nas próximas três semanas, depois de analisados os resultados da avaliação de diagnóstico da aptidão da classe docente para a luta de longa duração, reforçaremos a nossa posição política (negocial) ou renunciaremos, definitivamente. E para que não se pense que estou a exagerar no prognóstico, atente às intenções da equipa do ME e da ameaça de retaliar contra professores devido a greves.