Brincadeiras de Carnaval III

Quando a esmola é grande o pobre desconfia, diz o provérbio.

Sócrates pediu autógrafo aos «vencedores» de Novas Oportunidades
O primeiro-ministro José Sócrates foi hoje a Sever do Vouga pedir autógrafos aos alunos do programa de novas oportunidades que alcançaram o nível secundário de certificação escolar, «por serem um exemplo para o país»

Apesar de conotar este acto simbólico [obviamente] com a necessidade de reforçar positivamente os aliados, os beneficiários, os acólitos,… às medidas do governo, considero-o desproporcionado à grandeza do feito. Em nome da coerência, é injustificável o silêncio dos governantes diante de inúmeros actos altruístas que povoam a nossa actualidade, esses sim, merecedores de divinização.
Sem necessidade de sair do domínio da educação, quantos autógrafos teria de solicitar o primeiro-ministro àqueles que implementam com o maior brio e espírito de missão os maiores disparates inventados pelos mangas-de-alpaca que se escondem nos gabinetes ministeriais?