Sinais…

O PSD requereu um debate de urgência para ouvir a ministra justificar o fim das provas globais no 9º ano de escolaridade. Fico surpreendido com a dificuldade da ministra em justificar o que me parece óbvio: As escolas decidem, no quadro da sua restrita autonomia, se devem ou não usar as provas globais como instrumento de avaliação interna. A meu ver, esta medida é coerente com os discursos oficiais [e não só…] que exaltam o valor da autonomia da escola e que se afastam da perversa homogeneização de tudo o que é escolar. Quanto à amnésia da ministra, que nada disse sobre a possibilidade de substituição das provas globais por exames nacionais, o que eu vejo é prudência: a ministra fez muito bem em não comprometer o seu [muito] próximo sucessor. ;o)

Adenda:

«“As provas [globais] localmente construídas são localmente viciadas”, defendeu a ministra» [In: Sol – 17/02/07]

Ora, diga lá outra vez!?… Se as escolas viciam localmente as provas, também viciam localmente os concursos de professores, ou não?

One thought on “Sinais…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s