Da inutilidade do útil…

Fiquei a pensar na entrada anterior e nos comentários que suscitou. Li com interesse este texto recomendado pelo Manel. Acompanhei discussões interessantes, reflecti sobre o pensamento de Montesquieu que a LN destacou no seu cantinho: “As leis inúteis debilitam as necessárias.”

O processo de desdém pelo conhecimento filosófico que é desenhado nos planos de estudo leva-me a esta pergunta:
O que é realmente o útil?

O praticismo actual reduz e empobrece a Pessoa!